Mal de Parkinson – TEM CURA

Mal de Parkinson – TEM CURA

 

Em defesa da administração de doses elevadas de riboflavina associada à eliminação dos fatores desencadeantes no tratamento da doença de Parkinson

 

Disciplina de Neurologia Experimental

Correspondência: Cícero Galli Coimbra – Médico Neurologista e Professor Livre-Docente
Departamento de Neurologia e Neurocirurgia – Universidade Federal de São Paulo

Em defesa da administração de doses elevadas de riboflavina associada à eliminação dos fatores desencadeantes no tratamento da doença de Parkinson do tipo esporádico

Sofrimento emocional e consumo excessivo de carne vermelha
como desencadeantes da doença de Parkinson

Prof. Dr. Cicero Galli Coimbra e

Profa. Dra. Virgínia Berlanga Campos Junqueira

RESUMO

Os autores, através deste texto, não somente exercem o seu direito de resposta a críticas direcionadas publicamente por outros neurologistas ao seu estudo (Coimbra CG, Junqueira VBC. High doses of riboflavin and dietary elimination of red meat promotes recovery of some motor functions of Parkinson’s disease patients. Braz J Med Biol Res 2003; 36:1409-1417), mas também oferecem novas evidências relativas ao valor terapêutico da correção da hipovitaminose B2 (predisposição hereditária) associada à eliminação dos fatores desencadeantes (ambientais, alimentares ou comportamentais) nos pacientes portadores da doença de Parkinson do tipo esporádico que, em contraposição ao tratamento farmacológico tradicional, constituem uma abordagem eficaz (porque direcionada à antagonização das causas da doença, não apenas ao alívio paliativo e transitório dos sintomas). Evidentemente, a demonstração do Coeficiente de Ativação da Glutationa Redutase (EGR-AC) alterado nos pacientes portadores de doença de Parkinson do tipo esporádico confirma a deficiência de vitamina B2 e inverte o ônus da prova, tornando obrigatória, sob o ponto de vista ético e técnico, a correção dos níveis desse micronutriente, ou a apresentação de dados em contrário. Também demonstram como o estresse emocional sustentado ao longo de muitos anos pode atuar como fator desencadeante (alternativo ou associado ao consumo excessivo de carne vermelha na dieta) da doença em pessoas portadoras do mesmo fator hereditário predisponente. Demonstram como o princípio da parcimônia (ou “navalha de Occam”) pode ser utilizado na compreensão da fisiopatologia da doença e no suporte à proposição de que esta abordagem efetivamente antagoniza a continuidade do processo degenerativo das células produtoras de DA. Ao final, salienta-se o conflito entre interesses econômicos e éticos que inevitavelmente emerge em decorrência do encontro de uma metodologia terapêutica simples, não onerosa, dotada eficácia largamente superior àquelas até então disponíveis, além de não ser patenteável, tornando fundamental o emprego de cautela, transparência e adesão a preceitos genuinamente científicos em manifestações relativas ao assunto.

Fonte

http://www.unifesp.br/dneuro/nexp/riboflavina/

15 Respostas

  1. Mais ou menos há uns 4 anos atrás tive esta terrível doença.Digo TIVE, porque HOJE me sinto COMPLETAMENTE CURADA,embora saiba
    Therezinha Barnabé

    • Vitamina D: solução para doenças autoimunitárias e neurodegenerativas
      16/07/2012 — Celso Galli Coimbra

      http://biodireitomedicina.wordpress.com/2012/07/16/vitamina-d-solucao-para-doencas-autoimunitarias-e-neurodegenerativas/



      ”A sabedoria popular nos ensina que é sempre melhor prevenir do que remediar. Felizmente, em algumas circunstâncias, especificamente nas ligadas à saúde, a forma de prevenção é a mesma que proporciona a cura ou, no mínimo, um controle eficaz de determinados problemas. Esse é o caso da vitamina D, substância que tem sido fonte de constantes estudos e de importantes descobertas, no que se refere às doenças autoimunitárias e neurodegenerativas, como esclerose múltipla,
      depressão, artrite reumatóide, Parkinson, mal de Alzheimer, lúpus e vitiligo, entre outras.”

      ”Embora alguns alimentos sejam fonte de vitamina D, a forma natural mais eficiente de obtê-la é por meio da exposição diária ao sol. “Cerca de 10 minutos, todos os dias, com 90% do corpo exposto ao sol matinal, é suficiente para que maioria das pessoas obtenha a quantidade aproximada de 20.000 UI”, explica o neurologista e professor do Departamento de Neurologia e Neurocirurgia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) Dr. Cícero Galli Coimbra.”

    • Therezinha, entre em contato comigo pelo meu email fatorres.apropria@gmail.com pois preciso muito falar com vc sobre esta doença. Meu marido tem, e estou muito preocupada. obrigada bjosssssss

    • Boa tarde, você poderia entrar em contato comigo? allan.elias@hotmail.com , é muito importante. obrigado.

  2. [...] Mal de Parkinson – TEM CURA [...]

    Suplementos de vitamina D podem reduzir risco de Alzheimer — 10.000 UI, não menos

    http://biodireitomedicina.wordpress.com/2012/12/04/suplementos-de-vitamina-d-podem-reduzir-risco-de-alzheimer-10-000-ui-nao-menos/

    Alzheimer: Vitamina D diminui riscos das mulheres padecerem da doença

    http://biodireitomedicina.wordpress.com/2012/12/04/alzheimer-vitamina-d-diminui-riscos-das-mulheres-padecerem-da-doenca/

    Vitamina D e Alzheimer — Vitamin D may reduce the risk of dominantly inherited Alzheimer’s disease

    http://biodireitomedicina.wordpress.com/2012/07/26/vitamina-d-e-alzheimer-vitamin-d-may-reduce-the-risk-of-dominantly-inherited-alzheimers-disease/

    Nutrientes contra Parkinson e Alzheimer

    http://biodireitomedicina.wordpress.com/2009/09/17/nutrientes-contra-parkinson-e-alzheimer/

    POR UM NOVO PARADIGMA DE CONDUTA E TRATAMENTO Por Dr. Cícero Galli Coimbra
    Médico Internista e Neurologista
    Professor Associado Livre-Docente da Universidade Federal de São Paulo
    Presidente do Instituto de Investigação e Tratamento de Autoimunidade

    http://www.institutodeautoimunidade.org.br/novo-paradigma.html

    —-
    Tratamento com a Vitamina D, Cura e Prevenção — Low vitamin D levels ‘linked to Parkinson’s disease’
    30-year study

    http://objetodignidade.wordpress.com/2013/02/19/tratamento-com-a-vitamina-d-cura-e-prevencao-low-vitamin-d-levels-linked-to-parkinsons-disease/

    Tratamento com a Vitamina D, Cura e Prevenção — Role of Vitamin D in Parkinson’s Disease

    http://objetodignidade.wordpress.com/2013/02/19/tratamento-com-a-vitamina-d-cura-e-prevencao-role-of-vitamin-d-in-parkinsons-disease/

    POR 30 ANOS, EXTENSA REVISÃO DE TODA A PESQUISA ANTERIOR CONFIRMA QUE BAIXO NÍVEL DE VITAMINA D É UMA SENTENÇA DE MORTE

    http://biodireitomedicina.wordpress.com/2013/02/14/vitamina-d-reportagem-com-dr-cicero-galli-coimbra-e-daniel-cunha-na-rede-record/

    Tradução de Celso Galli Coimbra
    -—-

    Sobre a vitamina D, Dr. Cícero Galli Coimbra explica que “essa substancia é na realidade um hormônio esteroide e que, por infelicidade, entre 1918 e 1922, foi chamada de vitamina D antes que se conhecesse qual era a verdadeira estrutura química dessa substancia. É importante que se saiba que este hormonio é o principal determinante do estado de saúde do mundo moderno, hoje vivendo uma pandemia de doenças autoimunitárias, neurodegenerativas e todos os tipos de infecções.”
    “O hormonio esteroide conhecido como vitamina D, é uma substancia química que controla 229 funções em cada uma de todas as nossas células do sistema imune. A deficiencia deste hormônio esteroide é praticamente um pré-requisito para desenvolver qualquer doença autoimunitária, para desenvolver câncer, doenças cardiovasculares, diabetes, infecções. Em termos de deficiência de vitamina D, durante a gestação, leva ao nascimento de crianças autistas.”
    -

    • Prezado Senhor:

      Bom dia.
      Meu pai (83 anos) sempre trabalhou em sítio (roça e gado), com exposição direta ao sol. Tem a pele curtida pelo sol. Sempre consumiu muito leite (e derivados) e carne. Boa alimentação no geral (com frutas e legumes). Pessoa extremamente ativa e trabalhadora.

      Meu pai foi diagnosticado com PARKSON há 6 meses e o médico receitou PARKIDOPA. Porém, se recusa a tomar. Deixa ele irritado, nervoso, brigando com todo mundo. Já tentei tudo, mas não consigo fazer ele tomar. Falei com o médico, ele disse que eu tenho que obrigar ele a tomar. Não consigo.

      Meu pai tem hipertensão arterial há 16 anos e insuficiência cardíaca (decorrente da hipertensão). Estou procurando métodos alternativos, já que ele não toma nenhum remédio para o PARKSON. Ele não sai de casa, não faz mais pequenos trabalhos (como ele fazia até o início do ano)… é da cama para o sofá… Está atrofiando… tudo pesa…
      Ele está depremido…

      Podem me auxiliar?
      Qual é esse tratamento… Não consegui entender.
      Seria tomar vitamina D?
      Seria possível me explicar melhor?
      Quero tentar qualquer outra coisa.

      • “A principal razão pela qual a medicina atual desdenha estes importantes conhecimentos médicos já antigos e com ampla fundamentação na história recente da medicina e confirmados em vários países, através de diversas publicações, é simples

      • sim, seu pai tem que tomar vitamina D de a ele vitamina D, tente dissolver o medicamnto em alguma bebida e de a ele. abraços e melhora seu pai

    • “A principal razão pela qual a medicina atual desdenha estes importantes conhecimentos médicos já antigos e com ampla fundamentação na história recente da medicina e confirmados em vários países, através de diversas publicações, é simples

  3. preciso e de respostas tenho50 anos parkinson desde os36 diagnosticado aos 40 em tratamento mas hoje nao saio nem de casa por causa de movimento involuntário to arrasada.sera a vitamina. bom p mim

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.814 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: