Nova esperança para Mal de Parkinson

Um estudo feito por médicos da Universidade Federal de São Paulo conseguiu resultados surpreendentes entre pacientes com Mal de Parkinson

10 de junho de 2003

disponível em

http://jornalnacional.globo.com/.semanajsp?id=27333&mais=1

Nova esperança

Um estudo feito por médicos da Universidade Federal de São Paulo conseguiu resultados surpreendentes entre pacientes com Mal de Parkinson.

10/06/2003

O simples ato de fazer a barba era impossível para Seu Ermiro até três meses atrás. Hoje ele sobe escada, recuperou muito da independência.

“Antes dele começar o tratamento, gostava muito de ficar na cama. Levantava tarde. Hoje ele mudou.”, diz Maria Lúcia, mulher de Seu Ermiro.

Ele é o primeiro paciente na história médica a ter uma regressão no Mal de Parkinson. O tratamento, desenvolvido pela Universidade Federal de São Paulo, é simples e barato. Entrevistas com voluntários revelaram que todos comiam muita carne vermelha. E um exame de sangue mostrou que eles tinham deficiência de vitamina B-2, porque o organismo não absorvia essa substância. Foi a pista científica.

A carne vermelha libera no organismo uma substância chamada hemina. O excesso seria eliminado normalmente, em associação com a vitamina. Mas sem a B-2, a hemina leva ferro em excesso para dentro das células, provocando a degeneração. A receita médica foi só cortar a carne vermelha e tomar doses maciças de vitamina B-2. Isso sem abandonar os remédios tradicionais para controlar os sintomas.

E não foi só seu Ermiro. Os 31 pacientes do estudo apresentaram melhoras. Quem estava na fase inicial da doença, já não tem mais sintomas e parou até de tomar remédios. Nem os pesquisadores esperavam um resultado tão bom.

“Foi uma surpresa extremamente agradável, porque a nossa expectativa é que a doença viesse apenas a estacionar. E o que verificamos foi que de fato a doença começou a regredir com uma recuperação funcional rápida dos pacientes.”, comemora o neurologista Cícero Galli Coimbra.

Simples, barato e milagroso. Agora os cientistas estão fazendo imagens de ressonância magnética nos pacientes antes e durante o tratamento, para tentar entender como o cérebro se recupera tão rápido.

Os autores da pesquisa alertam: os pacientes não devem tomar vitamina B-2 por conta própria porque, em altas doses, ela pode provocar efeitos colaterais. Esse estudo sobre o Mal de Parkinson deve ser publicado agora numa revista científica especializada.

3 Respostas

  1. caro amigos meu pai sofre de mal de parkinson e eu tambem espero uma saida e com ajuda de voces e da tecnologia possa encontrar a soluçao, meu esta com dificuldade de falar e é dificil de entender o que ele diz,anda caindo tombos com frequencia isso ocorre mais quando é dentro de casa que ai dificuta a codernaçao motora de suas pernas , mas quando é em linha reta nesse caso na rua dificilmente ele caí é raro ele cair,espero que voces possa me ajudar com novas descoberta da medicina aguardo urgentemente uma resposta de voces ; que DEUS abençoes a todos ; atenciosamente valdeir a. silva

  2. Em que estágio se encontra hoje o estudo relatado acima?

  3. Ontem minha mãe passou pelo neuro, fez tomografia e acusou que está com parkinson! Já mudamos a alimentação faz uma semana, nada de carne nem de frango, só peixe! Está no comecinho da doença, tanto que pedi que marcou hoje pela manhã consulta com o dr. Cícero, está agendada para o meio do mês de agosto…tô ansiosa, mas confiante!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: