FABIO LUIS LULA DA SILVA, HIJO DEL PRESIDENTE DE BRASIL, LAVA Y ENJUAGA EL BILLETE DEL PADRE – O enriquecimento ilicito do filho do (ex) Presidente Lula, “uma impropriedade que uma empresa concessionária de serviços públicos injete uma bolada de dinheiro na empresa de seu filho” o Presidente Lula.

FABIO LUIS LULA DA SILVA, HIJO DEL PRESIDENTE DE BRASIL, LAVA Y ENJUAGA EL BILLETE DEL PADRE – O enriquecimento ilicito do filho do (ex) Presidente Lula, “uma impropriedade que uma empresa concessionária de serviços públicos injete uma bolada de dinheiro na empresa de seu filho” o Presidente Lula.

 

Os papéis relativos à subscrição das debêntures, que identificam o comprador dos títulos, estavam indisponíveis e as testemunhas, no caso da assinatura do contrato que tornou a TELEMAR SÓCIA DA EMPRESA DO FILHO DO PRESIDENTE, são amigas de confiança. Não interessava nem à Gamecorp nem à Telemar que a sociedade fosse de conhecimento público, PORQUE a Telemar é uma companhia de mercado que tem dinheiro público na composição de seu capital – explicar o investimento na empresa de um filho do presidente da República: principais acionistas da Telemar são o BNDES, com 25% do capital e 19% de fundos de pensão, alguns de empresas públicas, como a Previ (caixa previdenciária dos funcionários do Banco do Brasil) e a Petros (ligada à Petrobras). Há ainda participação da Brasilcap e da Brasilveículos, companhias ligadas ao Banco do Brasil. E vale lembrar que a Telemar é uma empresa concessionária de serviços públicos.

 

Lulinha criou a GAMECORP em São Paulo, a G4 Entretenimento e Tecnologia Digital. “Trata-se de uma companhia da área de publicidade e propaganda, que detém a licença para reproduzir o conteúdo do canal americano G4, especializado em games. O negócio foi feito em sociedade com os irmãos Kalil Bittar e Fernando Bittar, filhos de Jacó Bittar. Bittar é um ex-prefeito de Campinas, no interior de São Paulo, que foi um, digamos, pioneiro no PT.”

 

Os papéis relativos à subscrição das debêntures, que identificam o comprador dos títulos, estavam indisponíveis e as testemunhas, no caso da assinatura do contrato que tornou a TELEMAR SÓCIA DA EMPRESA DO FILHO DO PRESIDENTE, são amigas de confiança. Não interessava nem à Gamecorp nem à Telemar que a sociedade fosse de conhecimento público, PORQUE a Telemar é uma companhia de mercado que tem dinheiro público na composição de seu capital – explicar o investimento na empresa de um filho do presidente da República: principais acionistas da Telemar são o BNDES, com 25% do capital e 19% de fundos de pensão, alguns de empresas públicas, como a Previ (caixa previdenciária dos funcionários do Banco do Brasil) e a Petros (ligada à Petrobras). Há ainda participação da Brasilcap e da Brasilveículos, companhias ligadas ao Banco do Brasil. E vale lembrar que a Telemar é uma empresa concessionária de serviços públicos.

Cristiane Rozicki

—————– 

 

Jueves 14 octubre 2010 4 14 /10 /2010 02:01

Escribió para El Polvorín Blog Malcolm Allison

malcolm.allison@gmail.com

Por El polvorín – Publicado en: Politica – Comunidad: POLITICA Y PSICOLOGIA

elpolvorin.over-blog.es/Em cache

Você marcou isto com +1 publicamente. Desfazer

Todo el material de El Polvorín puede ser usado y copiado . “Reproduzca esta información,”

Boletin de El polvorín

 

El joven Fabio Luis Lula Da Silva, hijo del Presidente, hace 5 años era un humilde empleado del Zoológico de Sao Paulo con un sueldo de 1,500 Reales o $ 750.00 dólares mensuales, pero este año acaba de comprar la “Fazenda” (Hacienda) Fortaleza, pagando por ella la bicoca de 47 millones de Reales ($24 millones de dólares).

Esta es la fabulosa hacienda Fortaleza, situada, en la región del Municipio de Valparaiso, en  Sao Paulo,Brasil, que ha sido comprada este año por uno de los nuevos millonarios brasileños. En este caso se trata del hijo del líder sindical, defensor de los pobres del  mundo y los parias de la tierra, el actual Presidente del Brasil, Luis Ignacio Lula Da Silva.

postsabeiramar.blogspot.com/2010/08/o-suspeit…

 

O SUSPEITO ENRIQUECIMENTO DO FILHO DO PRESIDENTE!
El joven Fabio Luis Lula Da Silva, hijo del Presidente, hace 5 años era un humilde empleado del Zoológico de Sao Paulo con un sueldo de 1,500 Reales o $ 750.00 dólares mensuales, pero este año acaba de comprar la “Fazenda” (Hacienda) Fortaleza, pagando por ella la bicoca de 47 millones de Reales ($24 millones de dólares).

Se si sacan cuentas, se llega a la conclusión de que al avispado hijito de papá Lula Da Silva, ganando 1,500 Reales al mes, le llevaría 2,612 años para juntar los 47 millones de Reales, que pagó por esta “humilde” Fazenda.
Pero ahí no para todo. Esta hacienda que era propiedad del Sr. José Carlos Prat Cunha, criador de toros campeones y ganado cebú en dicha hacienda, y casualmente, después que la compró el hijo de Lula Da Silva, la hacienda fue la primera en recibir el certificado  de exportación de carne para Europa, según la revista Veja.

 2LL1LL

O negocião do Lulinha

www.tourolouco.com.br/2009/11/bndes-emprestou…

VIROU CRISE

FÁBIO LUÍS, O LULINHA, MONTOU A GAMECORP COM DINHEIRO DA TELEMAR E LEVANTOU SUSPEITAS DE FAVORECIMENTO 

Não é a primeira vez que um filho de Lula enfrenta questionamentos sobre supostos favorecimentos indevidos. Em 2004, a Telemar (atual Oi) pagou R$ 5 milhões para virar sócia da Gamecorp, empresa especializada em produzir programas de TV sobre jogos eletrônicos, fundada pelo biológo Fábio Luís da Silva, o Lulinha. Depois, a Telemar investiu outros R$ 5 milhões na sociedade com Lulinha. A Gamecorp era reconhecida como uma empresa promissora, mas o negócio levantou a suspeita de que a intenção da Telemar era se aproximar de Lula, já que muitas decisões importantes do setor de telefonia passam por suas mãos. Além disso, parte do capital da Telemar era do BNDES, uma instituição pública. Por esse motivo, dizem os críticos, o investimento na empresa de Lulinha seria imoral.

revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI24…

O SUSPEITO ENRIQUECIMENTO DO FILHO DO PRESIDENTE!

 

Filho de Lula e Amada  Primogenito do presidente Lula (63) e de d. Marisa (58), Fabio Luis Lula da Silva (34) levou a namorada, Renata Moreira (32), de branco, e os pais dela, Jose Joaquim Moreira Filho e Maria Teresa Moreira (a esq.), para almozar em seu restaurante preferido, o Paris 6, do chef Isaac Azar (38), em Sao Paulo. Na ocasiao, Fabio conheceu a madrinha e tia da amada, Vera Moreira. www.caras.com.br/…/textos/fabio-luis-e-renata/

COMO O FILHO DO PRESIDENTE SE TORNOU SÓCIO DE UMA GIGANTE DA TELEFONIA SEM TIRAR UM ÚNICO REAL DO BOLSO

Clique para ampliar OPERAÇÃO INTRINCADA
Metade dos 5 milhões de reais que a Telemar injetou na empresa de Fábio Luís
Lula da Silva, o Lulinha (acima, à esq.), e Kalil Bittar (acima) veio por meio de uma operação de emissão de debêntures (à esq.). Para especialistas, o grau de complexidade revelado na operação só tem uma justificativa: a Gamecorp e a Telemar não queriam que sua sociedade viesse a público
NESTA REPORTAGEM
Quadro: A Telemar é uma mãe para o filho de Lula

Fábio Luís da Silva, de 30 anos, um dos cinco filhos do presidente Luiz Inácio da Silva, experimentava, até 2003, uma situação profissional parecida com a de muitos brasileiros: a do subemprego. Formado em biologia, Lulinha, como é chamado pelos amigos, fez alguns poucos trabalhos na área (como uma monitoria no Zoológico de São Paulo, por exemplo), todos com baixa ou nenhuma remuneração. Para ganhar a vida, dava aulas de inglês e informática. Em dezembro de 2003, essa situação mudou. Fábio Luís começou uma carreira numa área que nada tem a ver com drosófilas ou pteridófitas: a do milionário mercado das agências de publicidade. Atualmente, o primeiro filho do casal L e Marisa Letícia da Silva é sócio de três empresas que, além de prestar serviços de propaganda (pelo menos no papel), produzem um programa de games para TV. Somados, os capitais das empresas ultrapassam os 5 milhões de reais. Individualmente, de acordo com sua participação societária, Fábio Luís tem 625.000 reais em ações – mais do que os 422.000 reais que seu pai presidente amealhou ao longo de toda a vida, segundo a declaração de bens que apresentou em 2002 ao Tribunal Regional Eleitoral. Melhor que tudo: nessa fulgurante trajetória, Fábio não teve de investir um único real. O negócio foi bancado quase que integralmente pela Telemar, a maior companhia de telefonia do país. Com base em documentos obtidos em cartórios de São Paulo, e em entrevistas com profissionais do setor, VEJA reconstituiu a história empresarial que segue.

No fim de 2003, Fábio Luís abriu xc em 1992 alvejado por denúncias de corrupção e atualmente responde a pelo menos oito processos na Justiça. A G4 nasceu pequena, com um capital social inicial de 100.000 reais. Fábio entrou com 50.000 reais e os Bittar, que já atuavam no mercado havia doze anos, com 25.000 reais cada um. Mas nenhum deles precisou tirar dinheiro do bolso para montar a sociedade. “Esse capital será integralizado ao longo do ano”, disse Kalil Bittar a VEJA. Fábio, apesar de ser o sócio majoritário da G4, preferiu não dar entrevista. Bittar, perguntado sobre a função do sócio na empreitada, respondeu: “O Fábio detona nos games, conhece todos”.  .

O que se viu a partir da criação da G4 foi uma surpreendente ascensão. Em outubro do ano passado, no espaço de dez meses, a G4 – associada a outra empresa que atua no setor de propaganda, a Espaço Digital – montou uma nova firma, a BR4, bem mais robusta e ambiciosa que a primeira. Descrita no contrato social como uma holding (ou seja, uma companhia que tem por finalidade deter participação acionária em outras empresas), a BR4 possui um capital de 2,7 milhões de reais. Esse valor foi integralizado, em moeda corrente, menos de dois meses após a formação da companhia. E com quem os sócios da G4 e da Espaço Digital conseguiram essa bolada para montar o negócio? Com a Telemar, que, embora a essa altura ainda não participasse da sociedade, brindou Fábio e sua turma com a dinheirama, a título de “exclusividade no fechamento do contrato”, como explica Leonardo Badra Eid, da Espaço Digital.

O ânimo empreendedor do biólogo Fábio, do químico Kalil Bittar e do empresário Fernando Bittar (nenhum dos três estudou publicidade) não parou por aí. Em outubro do ano passado, o grupo criou uma outra empresa a partir da BR4, a Gamecorp Sociedade Anônima. Foi seu grande salto. Ao capital de 2,7 milhões de reais (o montante injetado pela Telemar, acrescido de 1 000 reais), o grupo colocou outros 2,5 milhões de reais, obtidos por meio de uma operação de emissão de debêntures. Esse tipo de operação é uma espécie de empréstimo que a companhia toma no mercado. Ela oferece os papéis com a promessa de pagamento de juros, após o resgate dos títulos, e investidores que considerarem o negócio interessante os adquirem (existe ainda a possibilidade de ninguém se interessar pelo negócio e os papéis encalharem). As debêntures podem ser de dois tipos: conversíveis em ações e não conversíveis. A diferença entre as duas é que as primeiras possibilitam àqueles que as adquirem ter, no futuro, participação acionária na empresa que emitiu os papéis. Foi o tipo escolhido pela companhia do filho de Lula. Em todo o processo, a Gamecorp contou com a assessoria do escritório de auditoria Trevisan Service – dirigido pelo consultor Antoninho Marmo Trevisan, amigão do presidente.

Ao contrário do que se poderia esperar no caso de uma empresa recentemente constituída e desconhecida no mercado, a receptividade aos papéis da Gamecorp foi mais do que boa: foi sensacional. Segundo afirmam os sócios da companhia, pelo menos dois gigantes da telefonia disputaram as debêntures. No dia 6 de janeiro, elas foram adquiridas pela Telemar. No dia 31 do mesmo mês, ou seja, apenas 25 dias depois da aquisição das debêntures, a Telemar converteu os papéis em ações. Ou seja, tornou-se, dessa maneira, sócia da empresa do filho de. Isso não é uma prática usual no mercado. Em geral, o período entre a emissão das debêntures e a decisão de convertê-las em ações é muito maior. O processo indica que a Telemar, o início, não tinha a intenção de “emprestar” dinheiro à Gamecorp, e sim tornar-se sua sócia. Ocorre que a empresa poderia ter obtido o mesmo resultado por meio de um caminho muitíssimo mais simples: comprando diretamente ações da Gamecorp. E por que não fez isso? Para responder a essa pergunta, VEJA ouviu três profissionais habituados a lidar com operações societárias de alta complexidade. Os três afirmaram a mesma coisa: o único motivo que explicaria a adoção de um processo tão intrincado seria a intenção de manter em sigilo o nome da Telemar na sociedade com a Gamecorp.

Alguns detalhes reforçam essa tese. O primeiro é o fato de que, embora toda a documentação referente à criação das empresas de Fábio seja pública e esteja registrada em cartório, justamente os papéis relativos à subscrição das debêntures – que tornariam possível a identificação do comprador dos títulos – estavam indisponíveis. Ficaram arquivados na sede da companhia. O segundo detalhe é mais curioso. Toda assinatura de contrato requer testemunhas. Por questões práticas, elas, muito freqüentemente, são arregimentadas ou entre pessoas que estão casualmente no local ou entre os próprios advogados das partes. No caso da assinatura do contrato que tornou a Telemar sócia da empresa do filho do presidente, é evidente que houve um cuidado especial na escolha das testemunhas. Os escolhidos para presenciar o evento não foram nem desconhecidos nem advogados, mas duas funcionárias de extrema confiança do Eskenazi Pernidji Advogados, o escritório com sede no Rio de Janeiro que representou a Telemar. Simone de Oliveira Neto e Fabini Martins Bussi vieram do Rio para São Paulo especialmente para cumprir a tarefa. Fabini goza de tamanha confiança da parte de seus chefes que – embora sem posses aparentes e morando na cidade de Duque de Caxias, uma das mais pobres da região metropolitana do Rio de Janeiro – chegou a constar como diretora de uma off-shore com sede nas Ilhas Virgens Britânicas, representada no Brasil por Sérgio Isidoro Eskenazi Pernidji, titular do escritório. É, sem dúvida, pessoa discretíssima.

Todos esses detalhes corroboram a tese dos especialistas ouvidos por VEJA: a de que não interessava nem à Gamecorp nem à Telemar que a nova sociedade fosse de conhecimento público. E por que razão quereriam os sócios manter a participação da telefonia em sigilo? Simples: a Telemar é uma companhia de mercado, mas tem dinheiro público na composição de seu capital – e não teria sido fáci acionistas l explicar o investimento na empresa de um filho do presidente da República. Um dos principais da Telemar é o BNDES, com 25% do capital. Outros 19% pertencem a fundos de pensão, alguns deles de empresas públicas, como a Previ (caixa previdenciária dos funcionários do Banco do Brasil) e a Petros (ligada à Petrobras). Há ainda participação da Brasilcap e da Brasilveículos, companhias ligadas ao Banco do Brasil. Outro fator complica ainda mais a negociação: a Telemar é uma empresa concessionária de serviços públicos. Ou seja, suas operações dependem de concessão do federal. Companhias nessa condição têm sua relação com o governo regida por severas restrições. Elas também não podem fazer doações para campanhas de partidos políticos. Isso serve para evitar que futuros servidores públicos se sintam em dívida com elas. Sendo  o principal servidor público do país, configura, no mínimo, uma impropriedade que uma empresa concessionária de serviços públicos injete uma bolada de dinheiro na empresa de seu filho.

                                                                                                                  

 

A Telemar, por meio de um executivo que pediu para não ser identificado, diz que só tomou conhecimento de que a Gamecorp pertencia ao filho do presidente “no dia da assinatura do contrato”. A assessoria de imprensa da companhia de telefonia informa que, a exemplo do investimento feito na empresa de Fábio, realizou diversos outros em áreas afins, como a compra das rádios Oi. Reconhece, no entanto, que nenhum desses outros investimentos foi revestido de segredo ou envolveu subscrição de debêntures resultando em participação societária. Reconhece também que o negócio com a Gamecorp foi uma “operação diferenciada”. É compreensível que uma empresa de telefonia se interesse em fazer investimentos que tragam como retorno a produção de conteúdo na área digital. Não é a especialidade da Gamecorp. A companhia não produz tecnologia, não cria jogos nem tem experiência nessa área.

Outra questão intrigante ronda as empresas ligadas a Fábio. Até dois anos atrás, a Espaço Digital – que formalmente não tem Fábio entre seus diretores, mas está associada à G4 na Gamecorp – ocupava o mesmo andar da agência de publicidade Matisse em um prédio de escritórios no bairro de Pinheiros, em São Paulo. A Matisse, que originalmente é de Campinas, terra dos irmãos Bittar, era uma empresa de pequeno porte até conquistar, para surpresa do mercado publicitário, a milionária conta da Secretaria de Comunicação e Gestão Estratégica (Secom), ligada à Presidência da República. Só no ano passado, a Matisse recebeu 10,3 milhões de reais do governo federal. “Foi uma vizinhança meramente casual”, diz Luiz Flávio Guimarães, diretor de produção da Matisse, denotando nervosismo. Ele afirma que, à exceção “de um trabalhinho insignificante para uma empresa privada”, a Matisse nunca usou os serviços da Espaço Digital.

Não é a primeira vez que o envolvimento de filhos de presidentes da República com empresas públicas e privadas causa constrangimento.

Paulo Henrique Cardoso, filho do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, em 2000, chegou a ser investigado pela Abin em virtude de denúncias de que teria usado a influência do pai para beneficiar a empresa de gás industrial White Martins. A acusação se mostrou infundada, mas os hábitos de vida do filho de FHC – considerados incompatíveis com seus rendimentos –, sua passagem como diretor de uma ONG sustentada por empresas públicas e privadas e seu trânsito fácil por Brasília deixaram um mal-estar no ar. Em 2003, os americanos experimentaram sensação semelhante diante da notícia de que Chelsea Clinton, filha do já ex-presidente Bill Clinton, havia sido contratada pelo escritório McKinsey, especializado em consultoria econômica para empresas, por um salário anual inicial de 100.000 dólares.

OUTROS FILHOS
Paulo
Henrique Cardoso e Chelsea Clinton: mal-estar com o estilo de vida luxuoso dele e com o empregão de 100 000 dólares anuais dela

Amigos de infância

Fábio Luís e os irmãos Bittar são amigos de infância. Pessoas próximas ao grupo contam que quem comanda de fato os negócios das empresas é Kalil Bittar. Com 43 anos, Kalil é visto freqüentemente na ponte aérea São Paulo–Brasília. O filho de Lula tem o perfil discreto. Torcedor do Corinthians, aficionado de histórias em quadrinhos e videogames, ele tem dois programas prediletos no fim de semana: passear no shopping com a namorada e jogar futebol.

A essa rotina banal somam-se agora as tarefas de um empresário bem-sucedido, sócio de uma empresa do porte da Telemar, que, com um faturamento de 18 bilhões de reais no ano passado, possui bala suficiente para patrocinar para seus sócios mirins viagens para os Estados Unidos, a Coréia e o Japão.

Em 2005, Fábio e o sócio Kalil Bittar visitaram esses países com as despesas pagas pela companhia de telefonia. A viagem ocorreu no mesmo período em que o presidente estava em viagem oficial ao Japão e à Coréia. O objetivo era levar Fábio e Kalil para conhecer companhias que trabalham com a produção de games para celular e ainda a tecnologia de celulares de terceira geração.

Histórias de sucesso instantâneo no mercado eletrônico não são raras. Em 1996, o jovem Marcos de Moraes – filho do ex-rei da soja Olacyr de Moraes – criou o portal de internet Zip.Net. O negócio deu tão certo que, quatro anos depois, Moraes vendeu o portal por 365 milhões de dólares a uma empresa do grupo Portugal Telecom. Foi uma das maiores transações da internet brasileira. Sempre se pode dizer que o sucesso de Fábio e seus amigos é mais um desses milagres produzidos pela era digital. É possível. O fato de essa história ter tido uma mãozinha – ou melhor, uma mãozona – de uma empresa movida (inclusive) a dinheiro público, no entanto, é suficiente para arranhar o talento que, ninguém duvida, tanto Fábio quanto seus amigos têm de sobra.

—————————————–

 Voo de Lulinha custaria R$ 15 mil sem carona em avião da FAB

O empresário Fábio Luís Lula da Silva, filho do presidente Lula, e seus 15 acompanhantes que viajaram de São Paulo a Brasília de carona num avião da FAB (Força Aérea Brasileira) em 9 de outubro teriam de desembolsar no mínimo R$ 15.098, ao todo, para fazer o mesmo trajeto caso tivessem viajado de primeira classe pela TAM, pelos preços de ontem. Na Gol, pagariam R$ 7.658 na classe econômica.

Conforme a Folha publicou ontem, Lulinha, como é conhecido, e os acompanhantes dele viajaram com o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, na aeronave oficial (Sucatinha), um Boeing 737.

leia mais:
O avião, ocupado por militares, estava prestes a pousar em Brasília quando teve de retornar a São Paulo para buscar Meirelles –que solicitou a aeronave–, um assessor dele, Lulinha e convidados. Meirelles disse que só no embarque soube que Lulinha e mais 15 pessoas viajariam com ele.

O Sucatinha, que havia iniciado a viagem em Gavião Peixoto (SP), pousou em Guarulhos às 19h e foi reabastecido.

Uma nova ordem ao comandante informou que os passageiros embarcariam no aeroporto de Congonhas. Para ficar mais leve e novamente obter condições de pouso, o avião precisou gastar 3.000 kg de querosene sobrevoando São Paulo até descer em Congonhas, às 21h30. A nova decolagem só ocorreu às 23h e a chegada a Brasília, uma hora e 40 minutos depois.
A mudança de rotas da aeronave e o sobrevoo consumiram cerca de 18 mil kg de querosene de aviação, segundo um comandante de Boeing ouvido pela Folha. Pela tabela da Agência Nacional de Petróleo, o trajeto custaria cerca de R$ 15 mil em querosene –o cálculo não inclui tributos, frete e margem de lucro das distribuidoras de combustível.

A Transparência Brasil, entidade dedicada ao combate à corrupção no país, classificou a viagem de Lulinha e amigos no voo da FAB de “absurda”.
A Presidência da República disse que os passageiros eram convidados de Lula e que “é normal” oferecer transporte pelas aeronaves que servem a Presidência. Apesar de a aeronave ter retornado a São Paulo quando quase pousava em Brasília, o governo nega ter havido mudança de itinerário.
A lista de passageiros não foi divulgada porque se trata de convidados do presidente e é “reservada”. Segundo a assessoria, há recomendação do próprio Lula para que sejam aproveitados voos em deslocamento ou que estejam transportando autoridades do governo como forma de fazer economia.
Procurada pela reportagem, a assessoria da produtora Gamecorp, da qual Lulinha é sócio, disse que ele não foi localizado. A FAB não quis se manifestar sobre os gastos com o Sucatinha. Em Porto Alegre, o ministro Nelson Jobim (Defesa) disse que não há ilegalidade na carona dada ao filho de Lula. Folha Online

Postado por José San Martín Caminã Neto brasildacorrupcao.blogspot.com/2009_11_01_arc… nov 2009

       

El líder del gobierno de Lula en el senado brasileño, el senador Aloizio Mercadante ( PT-SP ), lanzó una nota pública pidiendo el alejamiento de José Sarney (senador por el estado norteño del Amapá) de la presidencia de la cámara alta de la república. El gesto y la negativa del Jefe de Estado hicieron recordar al país que existe una pelea de gallos en el interior del PT . La presidencia –con Lula al frente- explícitamente desautoriza a su líder manteniendo el apoyo al senador oligarca de larga trayectoria. Este es más un caso típico de la cultura política oligárquica, de tipo caciquismo político, que moldea su aliado de los últimos cuatro años. Sí, me refiero al presidente que es ex-sindicalista y según sus propias palabras nunca fue de izquierda y que gobierna abrazado a una parte de los más conocidos corruptos brasileños (y que fueron apoyo de los gobiernos anteriores, del propio José Sarney, tras Fernando Collor de Mello y Fernando Henrique Cardoso).www.lsqueluchan.org/spip.php?article1826

MINISTÉRIO TERÁ QUE EXPLICAR VIAGEM DE LULINHA


A Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara aprovou um requerimento de informação ao Ministério da Defesa para ter acesso à lista com os nomes de 15 amigos do empresário Fábio Luís Lula da Silva, filho do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que pegaram carona em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) em 9 de outubro. O requerimento foi apresentado pelo deputado Duarte Nogueira (PSDB-SP). O Ministério da Defesa tem prazo de 30 dias, a partir do recebimento da solicitação, para fornecer as informações. Reportagem publicada pelo jornal Folha de S. Paulo na terça-feira (24) revelou que Lulinha, como é conhecido, viajou com seus acompanhantes ao lado do presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, na aeronave oficial conhecida como “Sucatinha”, um Boeing 737. Os deputados querem que o ministro da Defesa, Nelson Jobim, apresente a relação dos passageiros que pegaram carona no avião que já serviu ao presidente da República.

——–

Escribió para El Polvorín Blog Malcolm Allison

malcolm.allison@gmail.com

Por El polvorín – Publicado en: Politica

Boletin de El polvorín

Envianos articulos, criticas, o sugerencias a:  escribinosalpolvorin@hotmail.com

Suscribite al boletin de noticias para recibir las publicaciones en tu email. 

Todo el material de El Polvorín puede ser usado y copiado

Sobre la suscripción al blog. Por la salud mental de todos y la mia principalmente por favor léanlo

 

 

“Reproduzca esta información, hágala circular por los medios a su alcance: a mano, a máquina, a mimeógrafo, oralmente. Mande copias a sus amigos: nueve de cada diez las estarán esperando. Millones quieren ser informados. El terror se basa en la incomunicación. Rompa el aislamiento. Vuelva a sentir la satisfacción moral de un acto de libertad. Derrote el terror. Haga circular esta información”.
Rodolfo Walsh

 

El polvorín
http://elpolvorin.over-blog.es/
http://elpolvorinenvideo.over-blog.es/

Blog : El polvorín

Categorías : politica informacion uruguay latinoamerica contrainformacion Política

  • Descripción : La libertad es como la mañana. Hay quienes esperan dormidos a que llegue, pero hay quienes desvelan y caminan la noche para alcanzarla. Subcomandante Marcos.

———–

“Vergonha uma noticia dessas não ser divulgada no Brasil. Temos uma imprensa que se diz livre, porém não neutra, pois cede ao suborno. Daqui a pouco seremos mais uma Venezuela ou Argentina.” – Por uso de dinheiro público para promoção pessoal, Ministério Público pede bloqueio de bens de Lula em liminar

“Vergonha uma noticia dessas não ser divulgada no Brasil. Temos uma imprensa que se diz livre, porém não neutra, pois cede ao suborno. Daqui a pouco seremos mais uma Venezuela ou Argentina.” – Por uso de dinheiro público para promoção pessoal, Ministério Público pede bloqueio de bens de Lula em liminar  

———

 

Ministério Público Federal de Brasília pediu à justiça o bloqueio dos bens do ex-presidente Lula da Silva, a quem acusa de improbidade administrativa por ter usado verba pública com claro intento de promoção pessoal

23 Fevereiro 2011 Nº de votos (2478) Comentários (203)

COMENTÁRIO MAIS VOTADO

“Vergonha uma noticia dessas não ser divulgada no Brasil. Temos uma imprensa que se diz livre, porém não neutra, pois cede ao suborno. Daqui a pouco seremos mais uma Venezuela ou Argentina.” – Por uso de dinheiro público para promoção pessoal, Ministério Público pede bloqueio de bens de Lula em liminar

Alessandra Andriolli

20 Novembro 2012

—————

Por uso de dinheiro público para promoção pessoal Ministério Público pede bloqueio de bens de Lula

O Ministério Público Federal (MPF) de Brasília pediu à justiça o bloqueio dos bens do ex-presidente Lula da Silva, a quem acusa de improbidade administrativa por ter usado verba pública com claro intento de promoção pessoal. 23 Fevereiro 2011 Nº de votos (2478) Comentários (203) Por: Domingos Grilo Serrinha, Correspondente no Brasil O bloqueio de bens tem como finalidade garantir a devolução aos cofres públicos de quatro milhões de euros que Lula, segundo o MPF, usou indevidamente.

A acção interposta pelo MPF refere-se ao gasto desses quatro milhões de euros com a impressão e o envio pelo correio de mais de dez milhões de cartas enviadas pela Segurança Social a reformados entre Outubro e Dezembro de 2004, segundo ano do primeiro mandato de Lula. A missiva avisava os reformados que um convénio estabelecido entre a Segurança Social e o até então desconhecido Banco BMG lhes permitia a partir de então pedirem empréstimos a juros baixos e sem qualquer burocracia àquela instituição bancária, com o desconto das parcelas sendo feito directamente nas reformas. Até aí não haveria problema, não fossem dois detalhes, que chamaram a atenção dos promotores. O BMG, único banco privado a ser autorizado na altura a realizar esse tipo de empréstimo, conseguiu a autorização em menos de duas semanas, quando o normal seriam vários meses, e as cartas, simples correspondência informativa, eram assinadas por ninguém menos que o próprio presidente da República, algo nada comum para esse tipo de aviso.                                                    

Para o Ministério Público, não há dúvida de que Lula e o então ministro da Segurança Social, Amir Lando, que também assinou as cartas e é igualmente acusado na acção, usaram a correspondência para obterem promoção pessoal e lucro político e que a acção do presidente da República favoreceu a extrema rapidez com que o BMG conseguiu autorização para operar o negócio, desrespeitando as normas do mercado. A 13.ª Vara Federal, em Brasília, a quem a acção foi distribuída, ainda não se pronunciou sobre o pedido do MPF. Tags: lula da silva, lula, brasil

—————  

MP move ação contra Lula e ex-ministro por suposta improbidade Lula e Amir Lando teriam usado máquina pública para se promover, diz MP. 22/02/2011 16h20 – Atualizado em 22/02/2011 16h46 G1 aguarda resposta das assessorias do ex-presidente e do ex-ministro. http://g1.globo.com/politica/noticia/2011/02/mp-acusa-lula-e-ex-ministro-da-previdencia-de-improbidade.html Débora Santos Do G1, em Brasília TSE recebe ação contra Lula por propaganda em rádio   O Ministério Público Federal no Distrito Federal (MPF/DF) entrou com ação na Justiça contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-ministro da Previdência Social Amir Lando. Eles são acusados de improbidade administrativa por suposto uso da máquina pública para fazer promoção pessoal e do Banco BMG.   A repórter do G1 entrou em contato com a assessoria do ex-presidente e aguarda resposta para os recados deixados. A assessoria do ex-ministro Amir Lando informou que ele estava em um voo para Brasília e só poderia se manifestar sobre o caso após as 18h.   Apresentada no dia 26 de janeiro, a denúncia só foi divulgada nesta terça-feira (22). De acordo com o MP, em 2004, o Ministério da Previdência Social enviou 10,6 milhões de cartas aos segurados do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) com suposta propaganda sobre empréstimo consignado com taxas reduzidas de juros.   As investigações, que também tiveram participação do Tribunal de Contas da União (TCU), apuraram que o envio das correspondências – assinadas por Lula e pelo ex-ministro – teria custado R$ 9,5 milhões.   Além de pedir a condenação de Lula e Amir Lando por improbidade administrativa, o MPF pede que os bens do envolvidos sejam bloqueados até a apuração do caso. A intenção é garantir que o suposto prejuízo seja ressarcido aos cofres públicos.   De acordo com informações da Procuradoria da República no DF, a Justiça Federal deverá ouvir os acusados e decidir se recebe ou não a denúncia contra eles.   Na ação, a procuradora Luciana Loureiro Oliveira afirma que o gasto com o envio das cartas estaria acima dos valores de mercado e que teria sido pago pelo INSS e pela Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev), mesmo que houvesse relação com as “prioridades institucionais” desses órgãos.   Além disso, o MP sustenta que não haveria necessidade da comunicação por carta, porque, na época do fato, a linha de crédito já havia sido estabelecida por lei havia cerca de dez meses.   “Diante do apurado, podemos concluir facilmente que a finalidade pretendida com o envio das correspondências era, primeiramente, promover as autoridades que assinavam a carta, enaltecendo seus feitos e realizando propaganda”, afirmou a procuradora. A denúncia será avaliada pela 13ª Vara da Justiça Federal no DF.   Na época, segundo a ação, apenas a Caixa e o Banco BMG era aptos a oferecer o crédito. De acordo com a denúncia, depois do envio das cartas, o banco privado teria ultrapassado a Caixa no valor emprestado pela modalidade citada na correspondência.

————————-  

O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PEDIU O BLOQUEIO DOS BENS DO LULA NO VALOR DE R$ 9.526.070,64 POR IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA.

 Processo:

0007807-08.2011.4.01.3400

Classe:

65 – AÇÃO CIVIL PÚBLICA

Vara:

13ª VARA FEDERAL

Juiz:

PAULO CESAR LOPES

Data de Autuação:

31/01/2011

Distribuição:

2 – DISTRIBUICAO AUTOMATICA (31/01/2011)

Nº de volumes:

Assunto da Petição:

1030801 – DANO AO ERÁRIO – IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA – ATOS ADMINISTRATIVOS – ADMINISTRATIVO

Observação:

ASSEGURAR O RESSARCIMENTO DOS DANOS CAUSADOS AO ERARIO NO MONTANTE DE R$ 9.526.070,64

Localização:

4 – GABINETE SUBSTITUTO

Processo: 0007807-08.2011.4.01.3400  Classe: 65 –

————————–  

Do Jornal O Expresso Justiça determina bloqueio de bens de Lula e de Amir Lando   16/11/2012 tags: Amir Francisco Lando, Banco BMG, improbidade administrativa, Luiz Inácio Lula da Silva, Ministério Público Federal Amir e Lula  

O juiz federal Paulo Cesar Lopes, da 13ª Vara Federal – TRF1 – Brasília, determinou, dentro do processo 0007807-08.2011.4.01.3400, em que são réus Luiz Inácio Lula da Silva e do ex-ministro da Previdência, Amir Francisco Lando, medidas que assegurem o ressarcimento dos danos causados ao erário no montante de R$ 9.526.070,64, em virtude de improbidade administrativa. No dia 19 de setembro, última movimentação indicada no site do TRF 1, os autos encontravam-se conclusos ao Juiz.   Apesar da inicial, de autoria do Ministério Público Federal, ter sido autuada em 02 de fevereiro de 2011, já em 9 de fevereiro do mesmo ano havia sido emitida a carta precatória para o município de São Bernardo, para a intimação do ex-Presidente. Lula foi citado em 2 de junho do mesmo ano.   Em 22 de fevereiro de 2011, a assessoria de imprensa do MPF/DF explicava em detalhes a ação:   O Ministério Público Federal no Distrito Federal (MPF/DF) entrou na Justiça contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-ministro da Previdência, Amir Francisco Lando, por improbidade administrativa.

Segundo o MPF, os dois teriam usado a máquina pública para fazer promoção pessoal e favorecer o Banco BMG, entre outubro e dezembro de 2004.   Segundo o Ministério Público, o governo enviou mais de 10 milhões de cartas aos segurados do INSS, com propaganda sobre empréstimo consignado com taxas de juros reduzidas. Na época, somente o BMG fazia este tipo de empréstimo, depois de ter firmado um convênio com o INSS. As cartas eram assinadas por Lula e por Amir Lando Para o MPF/DF, a carta não foi enviada baseada no interesse público. A entidade afirma que ela pretendia enaltecer Lula e o ministro da Previdência, e beneficiar o Banco.

 

”Diante do apurado, podemos concluir facilmente que a finalidade pretendida com o envio das correspondências era, primeiramente, promover as autoridades que assinavam a carta, enaltecendo seus efeitos e, consequentemente, realizando propaganda e, ao mesmo tempo, favorecer o Banco BMG, única instituição particular apta a operar a nova modalidade de empréstimo”, defende o MPF/DF na ação. Ainda de acordo com o MPF, dados do Tribunal de Contas da União mostram que a impressão e o envio das cartas custaram R$ 9,5 milhões aos cofres públicos e os pagamentos foram feitos de forma irregular, sem contratos. A ação pede a devolução do dinheiro ao governo e o bloqueio de bens dos acusados, em caráter liminar. Se forem condenados pela Justiça, os acusados poderão, ainda, ter os direitos políticos suspensos, pagar multa, ficar proibidos de contratar ou receber benefícios do Poder Público e perder a função pública ou aposentadoria. disponível em http://jornaloexpresso.wordpress.com/2012/11/16/justica-determina-bloqueio-de-bens-de-lula-e-de-amir-lando/

————————–

A notícia que o Brasil quis ver, foi publicada em 23/10/2011 no jornal Correio da Manhã em Portugal. Confirme no site portugues http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/internacional/mundo/ministerio-publico-pede-bloqueio-de-bens-de-lula ————— –

12.099405 -45.798260

‘Fomos pegos de surpresa’, diz secretário de Segurança de SC

Postado por Veja.com.br em 15 novembro, as 16:21 Em Brasil/Mundo

   
 

Criminalidade

Marcela Mattos

Secretário de Segurança de SC, César Grubba durante coletiva (Agência RBS/Folhapress)

“O exemplo do que aconteceu lá (em São Paulo) incentiva, a partir do momento em que os criminosos têm conhecimento. É uma gasolina.”

A onda de ataques em Santa Catarina chega ao terceiro dia com mais atentados, o último deles em plena luz do dia, quando um ônibus foi incendiado em Itajaí, no litoral do estado, na manhã desta quinta-feira. O secretário estadual de Segurança Pública de Santa Catarina, César Grubba, afirmou nesta sexta-feira ao site de VEJA que todas as forças policiais do estado estão empenhadas em combater os criminosos, que também têm atirado contra prédios oficiais.

Grubba reconhece que o governo foi pego de surpresa com a onda de criminalidade e, apesar dos ataques já terem alterado a rotina dos catarinenses, o secretário diz que a população está segura. Segundo ele, ainda não foi determinada a causa dos ataques, mas as investigações apontam que a ordem veio de dentro de presídios e, por enquanto, está descartada uma conexão com os ataques semelhantes ocorridos nos últimos meses em São Paulo e como o PCC. De momento, o estado descarta receber ajuda da Força Nacional.

 

Há alguma relação dos ataques em Santa Catarina com os registrados em São Paulo? A linha de investigação ainda não apontou para uma conexão com São Paulo. O exemplo do que aconteceu lá (em São Paulo) incentiva, a partir do momento em que os criminosos têm conhecimento, veem as ações praticadas, isso incentiva. É uma gasolina.

 

Em Santa Catarina, os policiais também estão com medo? Foram tomadas medidas extra de proteção. Entre 2011 e 2012 compramos 4.500 coletes, novas pistolas, outros armamentos, kits de proteção. Mas, para agora, é claro que algumas cautelas estão sendo adotadas pelos comandos das polícias Civil e Militar. Encaminhamos uma ordem de serviço com orientações de como proceder. Trata principalmente de questões de cautela, no momento em que o policial esta na rua, em deslocamento. Ele mostra uma série de situações para que se evite o ataque pessoal.

 

Já foi identificado o motivo dos ataques? Há algumas linhas de investigação. Uma delas envolve o sistema prisional de Santa Catarina. Acreditamos que há criminosos que se organizam dentro dele, que encaminham as ordens para fora, por aqueles que saem em visita, que são permitidas pela Lei de Execuções Penais, ou quem esta em liberdade provisória ou condicional. Recebemos o reforço de uma equipe da Polícia Civil com três delegados, três escrivães e seis agentes que estão investigando os ataques. Também avaliamos o caso diretor de penitenciária que teve a mulher assassinada, possíveis maus tratos a presos, são varias possibilidades. O próprio poder judiciário esta fazendo uma força tarefa na penitenciária de São Pedro de Alcântara para ouvir presos, fazer exames de corpo de delito para checar o caso de maus tratos. Na próxima semana já teremos resultado.

Qual o problema do sistema prisional no estado? Temos de ter presídios mais voltados ao laboral, para exercer atividades dentro do presídio, para que o preso possa ser recuperado sem ferir sua dignidade. Mas temos sim um déficit de vagas. Estamos construindo novos presídios e novos centros de internação, mas isso demanda tempo.

 

Há pânico entre a população? Claro que, a partir do momento que tem ataque a ônibus, se queimam veículos, isso gera medo nas pessoas, não temos como negar. Mas as pessoas estão saindo às ruas. A polícia está empenhada. Houve reforço de viaturas 24 horas, principalmente no período noturno. Os ônibus estão circulando com escolta da PM. Houve reforço também com repetição de escala de plantão por parte da PM, dos delegados, e do ostensivo, principalmente na grande Florianópolis e em algumas cidades, como Blumenau e o Vale do Itajaí. Não vou negar que as pessoas ficam com medo, mas elas estão com segurança.

 

Acha que o medo da população é exagerado? É desnecessário. Todas as forças estão empenhadas no combate a esse tipo de criminalidade, que não era comum em Santa Catarina. Nunca tivemos uma situação dessa. Também fomos pegos de surpresa.

 

E por que não aceitar a ajuda do Ministério da Justiça? Não vemos necessidade nesse exato momento. Claro que não recusamos nenhum tipo de ajuda. Além de todos os departamentos da Segurança Pública estão participando de reuniões a Polícia Federal, a Rodoviária Federal e o Exército. Eles estão junto das reuniões trocando informações, não vemos necessidade de usar outra força.

 

E quando outra força seria necessária? Não tem um momento certo. Quando verificarmos que está fora do controle.

http://www.boainformacao.com.br/2012/11/fomos-pegos-de-surpresa-diz-secretario-de-seguranca-de-sc/

 

Criminalidade no comando?

Criminalidade no comando?
Falta de segurança pública. Acentuado tráfico de drogas entorpecentes, prostituição, assaltos a estabelecimentos são constantes. Todos, padaria, farmácia, brechó, são assaltados. Em São Jose, Serraria. Santa Catarina. Trabalhadores, estudantes e comerciantes com medo.

—————-

http://www.clicrbs.com.br/sc/

As razões que levaram à onda de atentados

 

Homens incendeiam ônibus e trocam tiros com a polícia em Itapema, no Litoral Norte de SC | Polícia – Jornal de Santa Catarina

Números que crescem

Quinta noite de atentados registra mais cinco ataques em Santa Catarina

São José

Base da Guarda Municipal é atingida por 10 tiros na madrugada deste sábado

Vale do Itajaí

Veículos são incendiados em Gaspar

Atentados em SC

Dois homens em motocicleta disparam cinco tiros contra base da Polícia Militar na Capital

São Francisco do Sul

Suspeito de participação no ataque é encaminhado para a prisão

São José

Vídeo: Motorista de ônibus incendiado revela que viu “a morte diante dos olhos”

——————-

A Violencia em Santa Catarina. Criminosos no comando?

A Violencia em Santa Catarina.

Criminosos comandam?

Falta de segurança pública. Acentuado tráfico de drogas entorpecentes, prostituição, assaltos a estabelecimentos são constantes. Todos, padaria, farmácia, brechó, são assaltados. Em São Jose, Serraria. Trabalhadores, estudantes e comerciantes com medo.

 

Cristiane Rozicki

—————————

Tensão no Norte de SC17/11/2012 | 11h17

Suspeito de participação no ataque em São Francisco do Sul é encaminhado para a prisão

Polícia segue em alerta na região e já tem ações planejadas

 

Ônibus foi incendiado durante a madrugada deste sábado, na Estrada do Forte, em São Francisco do Sul Foto: Pena Filho / Agencia RBS

Caroline Stinghen

caroline.stinghen@an.com.br

O dia amanheceu mais tranquilo neste sábado em São Francisco do Sul, no Litoral Norte do Estado. Depois de uma madrugada tensa, com o ataque a um ônibus na Estrada do Forte, a polícia agora dá os primeiros passos para a investigação.

Um homem suspeito de participação no incêndio ao veículo foi detido ainda durante a madrugada e está sendo encaminhado neste sábado para a Unidade de Prisão Avançada (UPA) de São Francisco.

Mesmo sem uma confissão na participação no crime, que envolveu ainda outros quatro homens que conseguiram fugir, a polícia autuou o suspeito de 21 anos por participação no incêndio criminoso e por tráfico de drogas – o homem estava com pelo menos dez pedras de crack no bolso.

— Além da droga, e por ele ter sido encontrado próximo ao local do incêndio, as roupas do suspeito tinham forte cheiro de gasolina — revelou o delegado que assumiu o caso, Ivan Brantd. O homem também ainda não tinha passagens criminais.

Segundo o delegado, o motorista e o cobrador do ônibus, e outras testemunhas que presenciaram o crime já foram ouvidas.

— Vamos começar a investigação para apurar se o caso realmente tem ligação com os demais ataques ocorridos no Estado — explicou Brandt. Para o comandante da 5ª Região da Polícia Militar, Cantalício de Oliveira, o ato em São Francisco pode ser até classificado como vandalismo. — Mas agora cabe à Polícia Civil investigar — observou.

Efetivo em alerta

Dos 800 policiais militares que atuam na região Norte de Santa Catarina, todos estão em alerta e de sobreaviso, assim como já ocorre nas demais cidades do Estado.

— Temos ações planejadas. Só não podemos revelar estas medidas para não prejudicar os trabalhos — informou o comandante Cantalício de Oliveira.

Por enquanto, não há denúncias ou informações para novos ataques na região.

Links no texto

Notícias Relacionadas

Ataques em SC 17/11/2012 | 10h11

As razões que levaram à onda de atentados no Estadohttp://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/noticia/2012/11/as-razoes-que-levaram-a-onda-de-atentados-no-estado-3954266.html

Superlotação prisional e facção criminosa são principais problemas

Atentados em SC 17/11/2012 | 08h19

Quinta noite de atentados registra mais cinco ataques em Santa Catarinahttp://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/noticia/2012/11/quinta-noite-de-atentados-registra-mais-cinco-ataques-em-santa-catarina-3954481.html

Em São Francisco do Sul, ônibus foi abordado por um grupo de homens armados e incendiado

Atentados em SC 17/11/2012 | 07h54

Prédio da Guarda Municipal de São José é atingido por 10 tiros na madrugada deste sábadohttp://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/noticia/2012/11/predio-da-guarda-municipal-de-sao-jose-e-atingido-por-10-tiros-na-madrugada-deste-sabado-3954480.html

Dois homens, que estavam em uma moto, teriam feito os disparos

Ataques em SC 17/11/2012 | 02h28

Ônibus é incendiado em São Francisco do Sulhttp://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/noticia/2012/11/onibus-e-incendiado-em-sao-francisco-do-sul-3954274.html

As polícias Militar e Civil de São Francisco faziam rondas para buscar suspeitos.

Ataques em SC 17/11/2012 | 01h45

Os bastidores de nervosismo e preocupação que tomaram conta dos policiais em Santa Catarinahttp://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/noticia/2012/11/os-bastidores-de-nervosismo-e-preocupacao-que-tomaram-conta-dos-policiais-em-santa-catarina-3954254.html

DC acompanhou escuta de rádios da PM na madrugada

Atentados em SC 17/11/2012 | 00h19

Homens em motocicleta atiram contra base da PM no Sul da Ilha de SChttp://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/noticia/2012/11/homens-em-motocicleta-atiram-contra-base-da-pm-no-sul-da-ilha-de-sc-3954202.html

O Batalhão de Operações Policiais Especiais da PM (Bope) busca os criminosos que fugiram em direção à comunidade Areias após os disparos

Reforço 16/11/2012 | 23h34

Polícia Militar reforça a segurança de ônibus escoltados na Grande Florianópolishttp://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/noticia/2012/11/policia-militar-reforca-a-seguranca-de-onibus-escoltados-na-grande-florianopolis-3954131.html

Coletivos protegidos pela PM contam com dois policiais em cada veículo

Ataques a ônibus 16/11/2012 | 22h14

“Nós saímos para trabalhar sem saber se vamos voltar vivos”, diz motorista http://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/noticia/2012/11/nos-saimos-para-trabalhar-sem-saber-se-vamos-voltar-vivos-diz-motorista-3953986.html

O clima entre condutores e cobradores da Transol é de insegurança e revolta

Coletiva de imprensa 16/11/2012 | 20h04

PM de Santa Catarina afirma ter 500 homens à disposição para a segurança em casos de atentados

http://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/noticia/2012/11/pm-de-santa-catarina-afirma-ter-500-homens-a-disposicao-para-a-seguranca-em-casos-de-atentados-3953693.html

Coronel Nazareno Marcineiro diz que 100 homens estão de prontidão especialmente para a Grande Florianópolis

—-

A Guerra Civil em Santa Catarina é só um exemplo.

A Guerra civil em Santa Catarina é só um exemplo.

 

Falta de segurança pública. Acentuado tráfico de drogas entorpecentes, prostituição, assaltos a estabelecimentos são constantes. Todos, padaria, farmácia, brechó, são assaltados. Em São Jose, Serraria. Trabalhadores, estudantes e comerciantes com medo. E tristesa.

 

 20e30 h o farmacêutico veio entregar-me medicação. Disse-lhe

 

‘”por que o Senhor veio agora, esta chovendo”… eu na cama, ele colocou a mão sobre a minha cabeça – falou “tenha bons sonhos” ‘”            

Cristiane Rozicki

—————————

15/11/2012 20h52 – Atualizado em 15/11/2012 21h14

 

Polícia de SC reforça patrulhamento para combater violência

 

Desde segunda-feira, 20 ônibus foram incendiados em 11 cidades, e 32 suspeitos já estão presos.

A polícia de Santa Catarina reforçou o patrulhamento para combater a violência no estado. Desde segunda-feira, 20 ônibus foram incendiados em 11 cidades, e 32 suspeitos já estão presos.

Este foi o quarto dia de ataques em Santa Catarina. Na Zona Norte de Florianópolis, os bandidos incendiaram mais um ônibus. O fogo atingiu ainda carros estacionados ao lado.

“Você não consegue fazer nada, você vê seu bem sendo destruído e não pode fazer nada”, desabafou a gerente administrativa Elides Becker.

Uma ESCOLA também foi DESTRUÍDA. A polícia suspeita que o incêndio faça parte da onda de atentados que começou na segunda-feira. Em todo o estado subiu para 11 o número de municípios atingidos pelos ataques.

No Vale do Itajaí, outros dois ônibus também foram incendiados; um na noite desta quarta, em Gaspar; e outro na manhã desta quinta, em Itajaí. O fogo só não atingiu as casas vizinhas porque um mecânico teve a coragem de dirigir o ônibus em chamas.

“Estava bem na fronte de casa, o fogo se alastrando”, lembrou o mecânico Marcelo Lima Leite.

Em Palhoça, na Grande Florianópolis, mais um ônibus foi queimado, duas pessoas ficaram feridas e foram para o hospital em estado de choque.

Na cidade vizinha São José, os bandidos dispararam contra uma base de monitoramento da Polícia Militar. Três tiros atingiram o prédio.

Para garantir a segurança, todo o efetivo da Polícia Militar em SC está em alerta. Só nas ruas de Florianópolis são 500 policiais. Os ônibus que saem do maior terminal de passageiros da cidade circulam com escolta, principalmente para o norte da ilha, onde aconteceu a maioria dos ataques.

“A Polícia Militar está presente não só nos terminais, nas garagens, como também nos bairros, protegendo este importante sistema que é o sistema de transporte”, afirmou o tenente coronel Araújo Gomes, comandante do Batalhão da PM.

A Secretaria de Segurança Pública admitiu que as ordens para os atentados podem ter saído dos presídios.

“É a reação ao combate duro do estado em relação ao TRÁFICO de DROGAS, e também, neste momento, há muitos aproveitadores, há um vandalismo que se executa neste momento”, declarou Raimundo Colombo (PSD), governador de Santa Catarina.

Na tarde desta quinta, dois suspeitos de botar fogo em um ônibus na cidade catarinense de Itapema trocaram tiros com a polícia. Um deles morreu e o outro fugiu.

 http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2012/11/policia-de-sc-reforca-patrulhamento-para-combater-violencia.html

“10.000 unidades todos os dias NÃO CAUSAM INTOXICAÇAO. Nos Estados Unidos, doses de 10.000 unidades de vitamina D são vendidas nas farmácias, sem receita médica. É assim porque a dose de 10.000 unidades não tem efeitos colaterais e não causa intoxicação” – Dr. Cícero Galli Coimbra

Todas as pessoas que desenvolvem doenças autoimunitárias e neurodegenerativas, tais como Mal de Parkinson, Esclerose Multipla, Psoríase, Vitiligo, Tireoidite, Artrite Reumatoide, Alzheimer, Diabetes, Câncer e a própria Depressão, entre outras, verificada em exames de sangue, o 25(OH)D3, deficiencia de Colecalciferol, a vitamina do Sol. 

Cristiane Rozicki

—–     

foto revista ISTO É

Dr. Cícero Galli Coimbra, Phd,  professor livre docente do departamento de neurologia e neurocirurgia da UNIFESP, Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, onde dirige o Laboratório de Fisiopatologia Clínica e Experimental. Atua na área de Medicina (Neurologia e Clínica Médica), com ênfase em doenças neurodegenerativas e autoimunitárias.  Cícero Galli Coimbra é médico graduado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1979), possui título de especialista em medicina interna (1981) e neurologia (1983) pela mesma instituição, e em neurologia pediátrica (1985) pelo Jackson Memorial Hospital da Universidade de Miami, EUA.  Obteve o título de mestre (1988) e doutor (1991) em Neurologia pela Universidade Federal de São Paulo e pós-doutorado (1993) pela Universidade de Lund, Suécia.

 

Assista aos videos

 

Dr. Cícero Galli Coimbra – Doenças Autoimunes e Vitamina D

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=4uJt1361aGw

Vitamina D – Sem Censura – Dr. Cicero Galli Coimbra e Daniel Cunha

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=cIwIWim4hNM

Vitamina D – Por uma outra terapia (Vitamin D – For an alternative therapy)

http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=erAgu1XcY-U

—-

 

“10.000 unidades todos os dias NÃO CAUSAM INTOXICAÇÃO. Nos Estados Unidos, doses de 10.000 unidades de vitamina D são vendidas nas farmácias, sem receita médica. É assim porque a dose de 10.000 unidades não tem efeitos colaterais e não causa intoxicação”. Dr. Cícero Galli Coimbra

“Dose de 1.000 unidades não tira pessoa alguma da deficiencia. Os médicos que não sabem estão desatualizados”.

“ESTAMOS FALANDO DE UMA VITAMINA QUE TEM UM POTENCIAL FANTÁSTICO”                                                         

Sobre a prevenção de doenças, “A conclusão a respeito da importância da vitamina D existe e é muito bem conhecida. O que falta é a disseminação deste conhecimento”.

“As doses de 10.000 unidades de colecalciferol devem ser tomadas por todas  pessoas. Essa quantidade previne todas as doenças inclusive a autoimunidade. Com 10.000 unidades a pessoa sai da deficiencia de  vitamina D. A dose de 1.000 unidades não tira as pessoas da deficiencia de vitamina D.’’

São 10.000 unidades todos os dias que a natureza produz, se voce deixar sua pele exposta ao Sol.  Entenda a Vitamina do Sol, o prohormonio esteroide que tem 229 funções, ou genes, que atua no sistema imune, há 500 bilhões de anos – explica Dr. Cícero Galli Coimbra.

A cura e prevenção de doenças neurodegenerativas e autoimunitárias é possível com o prohormonio esteroide popularmente conhecido como a Vitamina do Sol. Hoje, já se sabe: a pandemia de doenças do mundo moderno progride por causa da deficiencia daquele hormonio. O corpo de todos os seres vivos produz o hormonio esteroide imunoregulador naturalmente, basta deixar a pele exposta ao Sol nos horários corretos.

Parkinson, Alzheimer, Lupus, Psoríase, Vitiligo, depressão, esclerose múltipla, câncer, artrite-reumatoide, diabetes, doenças cardiovasculares, diabetes, asma, infecções e todos os tipos de doenças como hipertensão, . É a deficiencia da vitamina D no organismo que leva a essas doenças.Esta é a realidade do mundo moderno, o atual estilo de vida, a falta de tempo, pouca ou nenhuma exposição da pele ao sol, e a pandemia de doenças crônicas.

“O hormonio esteroide conhecido como vitamina D, é uma substancia química que controla 229 funções em cada uma de todas as nossas células do sistema imune. A deficiencia deste hormônio esteroide é praticamente um pré-requisito para desenvolver qualquer doença autoimunitária, para desenvolver câncer, doenças cardiovasculares, diabetes, infecções. Em termos de deficiência de vitamina D, durante a gestação, leva ao nascimento de crianças autistas.”

“Doenças autoimunitárias “São doenças em que o próprio sistema imunológico do individuo se volta contra ele atacando diversos locais. Dependendo do local onde o sistema imunológico ataca, voce tem uma ou outra doença autoimunitária. Por exemplo, se ele atacar uma substancia, uma estrutura do sistema nervoso central chamada bainha de mielina -, voce desenvolve esclerose múltipla; se ele atacar as articulações, voce desenvolve Artrite Reumatoide; se atacar os vasos sanguíneos, voce tem lúpus; se atacar a derme, tem psoríase.”


A deficiencia de vitamina D pode desenvolver não só as autoimunitarias, mas qualquer outra doença. Esta deficiencia pode causar diabetes, câncer, problemas cardiovasculares, hipertensão e todos os tipos de infecções. Deficiencia de vitamina D provoca eclampsia  e preeclampsia nas mulheres gestantea. E mulheres com deficiencia de vitamina D durante a gestação, têm crianças autistas.

“É uma verdadeira tragédia de saúde publica saber que, por exemplo, numa cidade como São Paulo, 77 % da população tem deficiencia dessa substancia fundamental para a nossa saúde, no inverno paulistano.”

“No mundo urbano moderno, infelizmente, o trabalho e a vida se desenvolvem entre 4 paredes. Todas as atividades são desenvolvidas em ambientes fechados, longe do sol, inclusive a diversão, seja por falta de tempo seja para fugir da violência, as pessoas já não se expõem ao sol. Então, sobre a possibilidade da produção do hormonio imunoregulador,  não faz a mínima diferença se nós morarmos num pais tropical ou temperado. Vai fazer alguma diferença sim porque nos países temperados o inverno é muito longo, mas essa diferença está muito diluida hoje em dia, porque praticamente as pessoas não se expõem ao Sol, já não tomam um banho de sol diariamente, bastariam 30 minutos, e sem protetor na pele, pois nos horários corretos os raios solares são benéficos e promovem o bom funcionamento do sistema imune, produzindo a vitamina D, o hormonio imunoregulador.”

“SIM, todas as pessoas, uma pessoa adulta deve receber cerca de 10.000 UI por dia, o que significa uma quantidade 50 vezes acima da quantidade que normalmente é encontrada nas farmácias” brasileiras.  

 

 

Nos Estados Unidos

“10.000 unidades todos os dias NÃO CAUSAM INTOXICAÇAO. Nos Estados Unidos, doses de 10.000 unidades de vitamina D são vendidas nas farmácias, sem receita médica. É assim porque a dose de 10.000 unidades não tem efeitos colaterais e não causa intoxicação”.

 

“Pode-se verificar a carencia de um organismo através do exame de sangue 25(OH))D3, 25hidroxyvitaminaD.”

“A medida adequada/ideal, determinada pela Sociedade Internacional de Endocrinologia, é de 40 nanogramas por mililitro de sangue. Esta é a medida para uma pessoa com saude normal.”

 

“É necessária a Mudança de mentalidade”, diz Dr. Cícero.

 

“Ficar Sob O Sol, não há problema algum”, “sem protetor, nos horários corretos”, “a pele regula o quanto de vitamina o corpo precisa”.

 

 “Vestindo uma camiseta regata e uma bermuda – porque você tem que ter a pele exposta ao Sol – nos horários corretos e sem protetor -, em apenas 20 a 30 minutos, você produz 10.000 U [unidades] de vitamina D, se voce for uma pessoa jovem e de pele clara.’’

 

“O horário correto, basicamente é o horário em que a nossa sombra tem a mesma dimensão da nossa estatura. Este horário varia conforme a estação do ano e a latitude. O parâmetro adequado é olhar a sombra e a extensão da sua estatura. Se você colocar fator de proteção solar, nesse momento, numero 8, você reduz em 90 % a produção dessa substancia fundamental para a nossa saude. Se usar fator 15, você zerou a produção de hormonio regulador da imunidade.”

 “Se a natureza não precisasse de 10.000 unidades todos os dias, não formava uma quantidade tão grande em tão poucos minutos.”

 “Jamais alguém teve intoxicação por vitamina D por ficar com a pele sob o Sol, produzindo 10.000 unidades internacionais de prohormonio esteroide chamado de vitamina D”.

Tomar Sol, “Sem duvida alguma, isso é uma coisa fundamental, o mundo tem que passar a tomar sol no horário correto, que basicamente é o horário em que a nossa sombra tem a mesma dimensão da nossa estatura. Este horário varia conforme a estação do ano e a latitude. O parâmetro adequado é olhar a sombra e a extensão da sua estatura. Se você colocar fator de proteção solar, nesse momento, numero 8, você reduz em 90 % a produção dessa substancia fundamental para a nossa saude. Se usar fator 15, você zerou a produção de vitamina D. Por isso então, por não deixar a pele do corpo exposto ao Sol, a deficiencia desse hormonio fundamental á saude traz doenças. É a deficiencia da vitamina D no organismo que leva a doenças.”

“A pele regula o quanto de hormonio imunológico que necessita, alcançada a quantidade que o corpo precisa ela – a pele – para de produzir o hormonio, a vitamina D.”

“As doses de 10.000 unidades de colecalciferol devem ser tomadas por todas  pessoas. Essa quantidade previne todas as doenças inclusive a autoimunidade. Com 10.000 unidades a pessoa sai da deficiencia de  vitamina D. A dose de 1.000 unidades não tira ninguém da deficiencia de vitamina D.’’          

“As doses de 10.000 unidades podem ser utilizadas por todas pessoas. As pessoas adultas que vivem em ambientes fechados, sem contato com o Sol, seja por causa do trabaho ou profissão, não só podem, devem usar 10.000 unidades todos os dias.”

“10.000 unidades todos os dias NÃO CAUSAM INTOXICAçao. Nos Estados Unidos, doses de 10.000 unidades de vitamina D são vendidas nas farmácias, sem receita médica. É assim porque a dose de 10.000 unidades não tem efeitos colaterais e não causa intoxicação”.

 

Sobre a prevenção de doenças, “A conclusão a respeito da importância da vitamina D existe e é muito bem conhecida. O que falta é a disseminação deste conhecimento”.

Dr. Cícero Galli Coimbra – Doenças Autoimunes e Vitamina D

http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=4uJt1361aGw

—-

(1)    Os protetores são lipogenicos

Programa Viva Mais 20/08/2011 – 1

Entrevista com Dr. Lair Ribeiro, cardiologista e nutrologo.

http://www.youtube.com/watch?v=vcB8VO6qKyA&feature=plcp

(2)    A farsa do filtro solar. O sol não é o principal vilão!

http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=yytQj25TBAQ

(3)    Bibiliografia científica internacional sobre Vitamina D – 60.724 títulos nesta data na SCIRUS

Acesse:  “multiple sclerosis” (“vitamin D”)

http://www.scirus.com/srsapp/search?q=%22multiple+sclerosis%22+%28%22vitamin+D%22%29&t=all&sort=0&g=s

Sobre Vitamina D, assista aos vídeos

Dr. Cícero Galli Coimbra – Doenças Autoimunes e Vitamina D

http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=4uJt1361aGw 

Vitamina D – Sem Censura – Dr. Cicero Galli Coimbra e Daniel Cunha

http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=cIwIWim4hNM

VitaminDCouncil

Vitamin D and Risk of Ischemic Heart Disease

http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=jTLwD7hpjCs

Apelo do Dr. Rath às pessoas da Alemanha, da Europa e de todo mundo, Berlim 13.03.2012

https://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&list=HL1352566764&v=VFJsicKGho0

Vitamina D

visualizar lista de reprodução completa ( 5 vídeos)

http://www.youtube.com/watch?v=erAgu1XcY-U&list=PL301EAE2D5602A758&feature=g-all-a

Vitamina D – Por uma outra terapia (Vitamin D – For an alternative therapy)

http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=erAgu1XcY-U

 Dr.Cícero Galli Coimbra é médico graduado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1979), possui título de especialista em medicina interna (1981) e neurologia (1983) pela mesma instituição, e em neurologia pediátrica (1985) pelo Jackson Memorial Hospital da Universidade de Miami, EUA. Obteve o título de mestre (1988) e doutor (1991) em Neurologia pela Universidade Federal de São Paulo e pós-doutorado (1993) pela Universidade de Lund, Suécia. Atualmente é Professor Livre Docente do Departamento de Neurologia e Neurocirurgia da Universidade Federal de São Paulo, onde dirige o Laboratório de Fisiopatologia Clínica e Experimental. Atua na área de Medicina (Neurologia e Clínica Médica), com ênfase em doenças neurodegenerativas e autoimunitárias.

%d blogueiros gostam disto: