Dirceu se reuniu ontem com procuradores para apoiar legalização do bingo; Waldomiro era o “porta-voz”

Dirceu se reuniu ontem com procuradores para apoiar legalização do bingo; Waldomiro era o “porta-voz”

 

13/02/2004 – 13h14 da Redação

 

 

em São Paulo

 

O ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, se reuniu na noite de ontem com representantes do Ministério Público Federal para pedir a legalização do jogo do bingo, afirma o senador Antero Paes de Barros (PSDB-MT). O porta-voz dos interesses do jogo seria o ex-subchefe de Assuntos Parlamentares da Presidência, Waldomiro Diniz, demitido na noite de ontem pelo presidente Lula.

 

O senador Antero Paes de Barros (PSDB-MT) recebeu as fitas em que Waldomiro pede propina a um bicheiro do Rio de Janeiro. Ele passou as fitas ao Ministério Público há cerca de quinze dias (o caso é divulgado hoje em reportagem de capa da revista “Época”). Paes de Barros conversou sobre o assunto com Paulo Henrique Amorim. Veja a entrevista completa na tela à direita, e leia a íntegra abaixo.

*

 

PAULO HENRIQUE AMORIM _ O senhor foi o primeiro senador que subiu à tribuna do Senado e pediu afastamento do ministro José Dirceu hoje. O senhor acha que o afastamento de Waldomiro Diniz e a designação do ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos _decisões tomadas ontem à noite pelo presidente Lula para que o ministro Bastos apure o que aconteceu_ são medidas suficientes ou o senhor insiste no afastamento de José Dirceu?

 

 

ANTERO PAES DE BARROS _ Primeiro, que a decisão da demnissão ainda não foi tomada. Tanto é que o Diário Oficial circula e não consta a demissão do Waldomiro. Agora, é evidente que demitir só o Waldoimiro não resolve o problema. Tem duas soluções, além da demissão Waldomiro, que é necessária, e além da abertura de inquérito, que é necessária, mas creio isso que o Ministério Público já fez.

 

PAULO HENRIQUE AMORIM _ Começou quando?

 

ANTERO PAES DE BARROS _ Mandei esse material para o Ministério Público há 15 ou 20 dias. Eu não me lembro a data exata. Recebi o material, não sabia o que era, mandei periciar para ver se tinha edição, se tinha fraude ou se era um escândalo nessa República. Infelizmente, era um escândalo.

 

PAULO HENRIQUE AMORIM _ O senhor pode dizer como o senhor recebeu?

 

ANTERO PAES DE BARROS _ Posso. Recebi anonimamente. E não é o primeiro documento que recebo anonimamente. Há dois ou três dias recebi outro documento anônimo, porque pessoas entendem que tudo é relativo à CPI do Banestado. Também não dizia, e também encaminhei ao Ministério Público.

 

PAULO HENRIQUE AMORIM _ O senhor pode dizer do que se tratava?

 

ANTERO PAES DE BARROS _ São denúncias com relação a lavagem de dinheiro em um Estado brasileiro, mas que datam de 1992 e, portanto, não são objeto da CPI do Banestado. Não cabia a mim analisar.

 

PAULO HENRIQUE AMORIM _ O Ministério Público há 15 dias então estuda essa denúncia?

 

ANTERO PAES DE BARROS _ Exatamente.

 

PAULO HENRIQUE AMORIM _ O senhor fez no seu discurso uma menção que me parece bastante importante, de que ontem o ministro José Dirceu reuniu-se com representantes do Ministério Público para discutir a legalização do bingo. Na matéria da “Época”, Waldomiro Diniz aparece como sendo a pessoa que está por trás da legalização do bingo, do bingo eletrônico, e, a certa altura, é apontado um representante do jogo diz: “o Waldomiro é o nosso porta-voz”…     

 

ANTERO PAES DE BARROS _ É uma série de coincidências, e isso é a razão qual o ministro José Dirceu não tem nenhuma condição de permanecer no cargo. A primeira coincidência: Waldomiro era assessor do Dirceu quando ele era presidente do PT. No caso Collor-PC, quem foi assessor do José Dirceu? O Waldomiro, que saiu da Caixa Econômica Federal. Quando o Christovam Buarque ganhou o governo de Brasília, qual cargo o José Dirceu pediu a ele? O do Waldomiro, indicado aqui por Dirceu.

~

Com o Garotinho no governo do Rio, o Waldomiro foi indicado para a Loterj. Indicação de quem? Do ministro José Dirceu. ~

~                   

Quando o Lula ganhou a eleição, Dirceu foi ser ministro. Quem ele trouxe para ser seu principal assessor? O Waldomiro.

~

Além disso, agora, na divisão do Ministério, o José Dirceu foi colocado para ficar como mandatário de todos ministros, chefe de governo. Lula é o chefe de estado, o viajante. O Aldo Rebello assume, e ele só não podia mexer em um cargo: o do Waldomiro.

~~ Há todas essas coincidências.

~

Outra coincidência: há esse flagrante.

~

Ele confessa que pegou dinheiro para campanha do PT, pegou dinheiro para campanha do Magela, é declaração dele hoje na “Época”. Ele negocia com quem? Com o bicho, com o bicheiro. Com dono do jogo clandestino. Ele negocia um edital para a Loterj. Este assunto da legalização do jogo está na Casa Civil, que chamou ontem o Ministério Público Federal do Brasil inteiro para convencer o Ministério Público a apoiar essa iniciativa, da legalização do jogo (A assessoria de imprensa do ministro José Dirceu informou o UOL News que o grupo de trabalho para estudar a situação dos bingos foi criado em 21 de outubro passado, se reuniu pela última vez em dezembro, era composto da Casa Civil, do Ministério da Fazenda, do Ministério da Justiça, do Ministério dos Esportes e fez audiências públicas com representates do Ministério Público). Há de se fazer uma pergunta pela racionalidade: se o Ministério Público já não tivesse chegado às suas conclusões, se a revista “Época” não tivesse publicado, quem coordenaria esse trabalho da legalização do jogo por indicação do ministro José Dirceu? Por todas essas razões, é indefensável a permanência de José Dirceu. No mínimo, o presidente Lula. Tem que agir como o Itamar Franco: demitir por afastamento e se ele comprovar a inocência, volta. Não estou fazendo nenhum pré-julgamento. Agora, as razões de Estado impõem, para que ele preserve sua biografia, preserve as instituições, e não mantenha como chefe da Casa Civil um ministro que perdeu a autoridade.

~  

PAULO HENRIQUE AMORIM _ O senhor diria que existe um vínculo direto entre a reunião de ontem e a ligação dele com Waldomiro Diniz?

 

ANTERO PAES DE BARROS _ Eu diria que é uma coincidência enorme que precisa ser apurada. Eu não quero acusar sem provas. É por isso que estou colhendo assinaturas para uma CPI.

 

PAULO HENRIQUE AMORIM _ Quantas assinaturas o sr. já tem?

 

ANTERO PAES DE BARROS

Tenho quatro assinaturas (às 13h desta sexta-feira). O PT está relutando. Como hoje o PT faz 24 anos, talvez vão meditar, refletir… Mas eu quero perguntar o seguinte: se isso tivesse ocorrido no governo FHC, qual teria sido o comportamento do PT? O PT quer se dar satisfeito com a demissão do Waldomiro? É um insulto à inteligência brasileira.

 

http://noticias.uol.com.br/uolnews/tnm.htm?http://noticias.uol.com.br/uolnews/entrevista/ult269u1847.jhtm

——

Manchetes destacam fortalecimento de José Dirceu e criação de 3 mil cargos

 

24/01/04 – 8h – Manchetes destacam fortalecimento de José Dirceu e criação de 3 mil cargos

 

Veja as manchetes deste sábado, 24 de janeiro de 2004:Folha de São Paulo: “Lula demite 6 ministros, remaneja 3 e acolhe PMDB”; O Estado de São Paulo: “Lula fecha reforma e cria 3 mil cargos“; Hoje em Dia (Belo Horizonte): “Estado adia volta às aulas”; Estado de Minas: “Lula muda ministros para ter resultados no governo”; O Globo (Rio): “Lula demite Cristovam por telefone, fortalece Dirceu e encerra reforma”; Jornal do Brasil (Rio): “Brasil troca 9 ministros e tem 2,6 milhões de desempregados“; Gazeta do Povo (Curitiba): “Lula conclui reforma e fortalece PMDB e José Dirceu no governo”; Zero Hora (Porto Alegre): “Lula mexe em 10 ministérios e celebra aliança com PMDB “.

http://www.mocmg.com.br/noticias.asp?codigo=6204

 

—— –

Embrião humano dialoga com a mãe e a protege

Embrião humano dialoga com a mãe, diz especialista em biologia molecular

A especialista em biologia molecular Profa. Dra. Lílian Piñero Eça afirmou que duas a três horas após a fecundação, o embrião humano já se comunica com sua mãe.
De acordo com a Dra. Lílian, que estuda sinais de células de embriões no útero (por meio de moléculas marcadas), pelo menos 100 neurotransmissores são emitidos pelo embrião para os 75 trilhões de células existentes no corpo da gestante, que começa a sofrer mudanças hormonais.
Segundo a pesquisadora, essa é a forma de o embrião “falar” para o corpo da mãe se preparar para a gravidez. “A mãe apresenta uma série de manifestações para ficar em repouso para receber o futuro bebê, como ficar com sono, por exemplo”, afirma a pesquisadora.
A Dra. Lílian disse também que se o embrião for retirado do corpo da mãe de forma abrupta, ela sofre uma espécie de “blackout” que aumenta a propensão para depressão e suicídio.
A Dra. Lilian é biomédica, Doutora em Biologia Molecular pela UNIFESP, e Coordenadora do Curso de Células Tronco Adultas do CEU e do CAS (Centro de Atualização em Saúde). Trabalha na pesquisa sobre o uso de Células Tronco Adultas na busca de melhores condições de vida para pessoas.
Recentemente ela foi a terceira expositora do grupo a favor da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) ajuizada contra a Lei de Biossegurança.
 

http://algarvepelavida.blogspot.com/2007/05/embrio-humano-dialoga-com-me-diz.html

Aborto: debate na TV Justiça, no STF, em junho de 2007 e HOJE

Em geral, os países da Organizaçao dos Estaados Americanos asseguram respeito á vida a todas as pessoas desde a concepção.  No caso 2141, contra os Estados Unidos, a COMISION INTERAMERICANA DE DERECHOS HUMANOS, RESOLUCION Numero 23/81, decidiu que não devia interferir na lei expressa de algum pais.
O projeto de lei que o PT apresentou em 27 de setembro de 2005 tramitou na Câmara de Deputados sob o nome de substitutivo do PL 1135/91, extinguiu todos os artigos do Código Penal brasileiro que definem o crime de aborto no seu 9º artigo:
Apresentação
28/05/1991
Ementa
Suprime o art. 124 do Código Penal Brasileiro
Explicação da Ementa
Suprime o artigo que caracteriza crime o aborto provocado pela gestante ou com seu consentimento; (liberalização do aborto); altera o Decreto-lei nº 2.848, de 1940. Co-autora: deputada Sandra Starling – Pt/Mg.
Art. 124 Provocar aborto em si mesma ou consentir que outrem lho provoque:
Art. 126– Provocar aborto com o consentimento da gestante:
Art. 127 – As penas cominadas nos dois artigos anteriores são aumentadas de um terço, se, em conseqüência do aborto ou dos meios empregados para provocá-lo, a gestante sofre lesão corporal de natureza grave; e são duplicadas, se, por qualquer dessas causas, lhe sobrevém a morte.
Art. 128 – Não se pune o aborto praticado por médico:
Em 2005, na qualidade de relatora do projeto de lei n. 1135/91, na Comissão de Seguridade Social e Família,  Jandira Feghali propôs como substitutivo um anteprojeto para a descriminalização do aborto
Pois bem, em 2006, ano de campanha eleitoral – o ano do silencio da presidência da republica de Lula e do PT para manter em sigilo o substitutivo do PL 1135/91, que extinguiu todos os artigos do crime de aborto do Código Penal brasileiro, Jaime Ferreira Lopes parecia homem ativo em campanhas da organização – Brasil sem aborto -. Em 2006, quem administra a Central Executiva de “Brasil sem Aborto” em Brasília foi pessoa responsável jurídica e administrativamente pelas ações desta organização político-partidaria. E, por isso, é esta mesma pessoa a responsável pela entrega intempestiva da carta que interpelou sobre o aborto aos dois candidatos à presidência da república, Alckmin e Lula da Silva. O partido político e o candidato beneficiados por um atraso calculado na entrega da interpelação foi o atual governo federal, a presidência de Lula e o PT pró-aborto, hoje ressuscitado em Dilma Rousseff e no PNDH3 – DECRETO 7.037, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2009, do Presidente Lula E da Casa Civil durante o exercício de Dilma Rousseff atualizado pelo Decreto nº 7.177, em 12 de maio de 2010, ainda durante o 1º turno das eleições que fizeram Dilma Rousseff presidente do Brasil – o decreto inconstitucional que libera crimes – entre os quais o aborto – no Brasil.
Não precisaria dizer mais nada, mas não acabou o raciocínio. Este assunto foi deixado e não existiu ampla divulgação na imprensa, o que era necessário e poderia evitar outros deslizes criminosos e fraudulentos. Porem, ao contrario, todos decidiram calar sobre a responsabilidade civil, e penal se verificadas provas e razoes, de tão graves ações organizadas e assim pouparam os responsáveis da obrigação de oferecer respostas á uma denuncia publica nos tribunais áquela data, em outubro de 2006, e idem HOJE DE 2009 A 2011.
Ao eliminar os artigos do Código Penal, o texto do PL 1135/91 permite o abortamento inclusive no ultimo segundo antes do nascimento; e ficam impunes as lesões na mulher, mesmo que sobrevenha a morte da mulher, por causa da revogação do art. 127 do CP:
Aborto: debate na TV Justiça, no STF, em junho de 2007
06/04/2011 — Celso Galli Coimbra
__
Programa Fórum
“Legalização do Aborto em Debate”
Produção TV Justiça, 18/06/2007
Convidados:
– Ministro da Saúde do Governo Lula
– Lia Zanota, Representante da Rede Feminista de Saúde e de Direitos Reprodutivos no Conselho Nacional dos Direitos das Mulheres
– Advogado Celso Galli Coimbra
Parte 1 de 5
Parte 2 de 5
Parte 3 de 5
Parte 4 de 5
Parte 5 de 5
__
Veja também:
***
***
%d blogueiros gostam disto: