Vitamina D – contra envelhecimento e contra a gripe suína

Vitamina D – contra envelhecimento e contra a gripe suína

Organização Mundial da Saúde confirma falsa pandemia da Gripe Infuenza H1N1

04/02/2013 — Celso Galli Coimbra

http://biodireitomedicina.wordpress.com/?s=gripe

__

Esta notícia é de junho de 2010, e até hoje você continua sendo enganado pela Medicina & Indústria farmacêutica (assista o vídeo no final) !

__

“A OMS confirmou que o vírus H1N1 é o que continua circulando de maneira predominante no mundo, é MENOS nefasto do que se temia e com uma taxa de mortalidade MENOR inclusive que a da gripe estacional.

A gripe suína causou algo mais de 18 mil mortes em um ano. No mesmo período, a gripe estacional causou 500 mil mortes.”

——————-

0000000sun

A vitamina d recentemente tem vindo a fazer manchetes com uma série de benefícios desde a ajuda contra o envelhecimento, reduzindo o risco de câncer, prevenindo demência e agora os testes estão em andamento para ver se também pode ajudar a combater a gripe suína. http://sunshinevitamin.org:80/

A Agência de saúde pública do Canadá (PHAC) revelou que estará realizando testes para verificar os níveis sanguíneos de vitamina D em contraste com pessoas que tiveram os males da gripe suína.

Um artigo publicado no Toronto Globe & Mail informou que a Agência de saúde pública do Canadá irá medir os níveis de vitamina d no sangue dos pacientes H1N1 e comparar os níveis com os das pessoas não infectadas.

“A existência de um link para a vitamina significa que as pessoas podem reduzir as probabilidades de serem lesadas pelo novo bug gripe por simplesmente usarem um suplemento de baixo custo”

“Os cientistas há muito tempo estão pensando sobre uma possível ligação entre a vitamina d e gripe por causa das observações marcantes em ambos os hemisférios Norte e Sul de que a gripe é principalmente uma doença de Inverno.”.

A vitamina d é necessária para a absorção e utilização do cálcio e fósforo. É importante para o crescimento normal dos ossos e dentes. É uma vitamina lipossolúveis e tem propriedades de vitaminas e hormonas. No tratamento e na prevenção dos cânceres de cólon e de mama, hipocalcemia, osteoartrite e osteoporose, esta vitamina é muito importante e também é necessária para a função de tireóide e coagulação sanguínea normal.

D2, ou Ergocalciferol, diferentemente da D3 (colecalciferol), não é produzido pelo corpo. Pode ser encontrada em plantas em pequena quantidade e pode ser tomado como um suplemento.


D3 (colecalciferol) é a fonte natural de vitamina d
. É a substância feita em grandes quantidades na pele quando a luz solar UVB atinge a pele nua. Acredita-se ser a forma mais potente de vitamina d.
Infelizmente, onde o sol é escasso e no mundo urbano moderno, as pessoas tendem a ter grandes deficiências de vitamina d. É onde os suplementos podem ajudar.

Deficincias de vitamina D:

  • Perda de apetite
  • Sensação de queimação na garganta & boca
  • Diarreia
  • Insônia
  • Problemas visuais
  • Perda de peso

Fontes de vitamina d

  • Óleos de fígado de peixe
  • Sardinha
  • Salmão
  • Peixes de água salgada gordos
  • Manteiga e produtos lácteos
  • Jugos de ovo
  • Óleo de fígado de bacalhau
  • Batatas-doces e óleos vegetais
  • LUZ SOLAR
  •  

A Agência de saúde federal advertiu que há uma relação causal entre não ter um nível alto de vitamina d no Sangue e os riscos da gripe, está provada, e é dito que a vitamina d pode oferecer a promessa de reduzir a gravidade das infecções.

Um número de investigadores universitários e hospitalares, em conjunto com a Agência, começou a pesquisar o possível papel da vitamina d e da gravidade dos sintomas de gripe no ano passado, bem antes que o surto atual começasse no México nesta primavera.

Mas a Agência disse que adaptou este estudo contínuo para o surto de H1N1. Como parte da investigação, os pesquisadores também estão a examinar se a composição genética de uma pessoa tem algo a ver com a intensidade da gripe que experimentam.

Embora não se saiba muito sobre a total capacidade da vitamina d para inibir e atenuar os efeitos da gripe suína, a Agência está afirmando que realmente é promissor usar a vitamina d na luta contra a nova pandemia.

Na década de 1940, pesquisadores, fazendo experiências com ratos, constataram que aqueles que receberam dieta pobre em vitamina d eram mais suscetíveis a uma infecção de gripe suína experimental do que aqueles que receberam quantidades adequadas do hormonio imunoregulador, de acordo com o correio electrónico da Agência.

A razão de a vitamina d poder ser capaz de lutar contra a gripe não é divulgada, mas a hipótese predominante é que o nutriente é capaz de fortalecer o sistema imunológico, permitindo que pessoas infectadas fiquem livres das doenças. A vitamina d foi encontrada, por exemplo, para oferecer proteção contra a tuberculose.

A evidência é esmagadora de que a vitamina d está fazendo melhor, no combate às entidades estrangeiras que atacam o sistema imunológico

 

adaptado de

http://www.eltorreon.com/vitamina-d-lutas-envelhecimento-e-agora-talvez-a-gripe-suina.html

—–

Tráfico de órgãos é terceiro mais lucrativo crime organizado no mundo, segundo Polícia Federal

A desinformação também se alia à perda definitiva e irreversível da saúde e até da vida. Por exemplo, os transplantes que fazem do ser humano uma mercadoria para atacado e varejo[1]. Incentivar os transplantes de orgaos vitais únicos das pessoas com traumatismo crânio-encefálico que perderam reações involuntárias, tais como a da respiração e a da contração das pupilas, sem fornecer-lhes o tratamento adequado. As pessoas que sofrem traumatismos crânio-encefálicos podem voltar a ter uma vida normal, desde que lhes seja garantido o tratamento de saúde indispensável. Mais de 70 % dos traumatizados crânio-encefálicos em estado de coma severo, vivem e podem ser recuperados para a vida normal[2]. Contudo, e apesar disso, não se vê a divulgação pública deste fato pelos organismos oficiais da saude no Brasil.

A coisificação da pessoa humana, a perda do valor do maior bem – a vida – é o início para a carnificina comercializada. Isto são fatos sociais, muita vez de responsabilidade do governo que não informa a população nem atualiza a legislação brasileira e não prepara os hospitais públicos e o sistema de saude para atender e tratar pacientes de traumatismo crânio-encefálico. Estas são  características de um sistema de saude omisso, permissivo e conivente com o alto índice de trafico humano neste pais. O que denota a contribuição do governo como fornecedor de matéria-prima humana viva ou congelada. Este quadro infeliz e criminoso é próprio unicamente do sistema de saude publico.

Em se tratando de saude, há exemplos de pessoas que não recebem o decreto da morte encefálica, próprio do sistema anterior, no qual  através do teste de apneia, deixam a pessoa por 10 minutos sem o respirador -, uma ordem de morte aos pacientes ainda com vida e possibilidade de recuperação para a vida normal com a hipotermia. A hipotermia é terapia de baixo custo aproveitada nos casos de Gerson Brenner – um caso difícil porque a lesão foi provocada por tiro na cabeça e ocorreu perda de massa encefálica -, Herbert Viana, Osmar Santos, e Pedro Leonardo que ganhou alta em 4 meses, entre outros.

No brasil há um ambiente que lembra as palavras de Norm Barber, quando denuncia a comercialização da medicina e a venda de pedaços humanos em The Nasty Side Of Organ Transplanting The Cannibalistic Nature of Transplant Medicine [2001, Norm Barber, PO Box 64, Kensington Park, South Australia, Australia, 5068].

Os critérios da morte encefálica SÃO UTILIZADOS com o teste de apneia para facilitar a CAPTAÇÃO DE ÓRGÃOS HUMANOS para transplantes.

Cristiane Rozicki

Fonte

Morte Encefálica: a verdade sobre o teste da apnéia na declaração de morte no Brasil « Celso Galli Coimbra – OABRS 11352

     notas

                                     .

[1] "Falhas no Diagnostico da Morte Cerebral", publicado  na  Revista  CIENCIA HOJE, número 161, junho de 2000:

 http://www.uol.com.br/cienciahoje/chmais/pass/ch161/morte.pdf

ARTIGOS cientificos no site da UNIFESP:

http://www.unifesp.br/dneuro/textos.htm

ARTIGO: "Morte Encefalica"

http://www.unifesp.br/dneuro/mortencefalica.htm

DEMONSTRACAO cientifica dos efeitos mortais do teste da APNEIA,   imposto pelo CFM, para declaracao  da  morte  encefálica que pretende diagnosticar:http://www.unifesp.br/dneuro/apnea.htm

MANIFESTACOES PUBLICAS da comunidade neurocientifica internacional contrária aos criterios declaratórios da morte encefalica. NAO é VERDADE QUE há CONSENSO internacional na declaracao de morte encefalica, confirme o que dizem os neurocientistas em:
http://www.unifesp.br/dneuro/opinioes.htm 

DEBATE internacional da comunidade neurocientifica sobre os erros declaratorios da morte encefalica na Revista Cientifica BMJ:

http://www.bmj.com/cgi/eletters/320/7244/1266

 

FBI investiga tráfico de órgãos humanos no Brasil

http://biodireitomedicina.wordpress.com/2012/08/23/fbi-investiga-trafico-de-orgaos-humanos-no-brasil/

No Brasil, o direito à vida é o primeiro destacado entre os direitos e garantias fundamentais – caput art 5. A discriminação, por sua vez, é repugnada desde o Preâmbulo da Constituição da República e referida na expressão do 5o artigo: “Todos são iguais perante  lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e estrangeiros residentes no país a inviolabilidade do direito à vida “.

——–

 

Tráfico de órgãos é terceiro mais lucrativo no crime organizado mundo, segundo Polícia Federal

12/02/2009 — Celso Galli Coimbra

Assunto diretamente relacionado a viabilização do tráfico de órgãos:

Interpelação Judicial ao CFM, a União e ao Ministério Público Federal para esclarecer critérios de morte encefálica

 

http://biodireitomedicina.wordpress.com/2012/05/31/interpelacao-judicial-ao-cfm-a-uniao-e-ao-ministerio-publico-federal-para-esclarecer-a-irreversibiladade-da-morte-encefalica/

****

 

Sempre que se tenta investigar denúncias de tráfico de órgãos, jogam a investigação contra a fila de transplante. Na CPI fomos acusados de estar prestando um desserviço à sociedade. É um crime de alta complexidade que envolve médicos e outros profissionais de saúde

Tráficodeórgãos é o terceiro crime organizado mais lucrativo no mundo. Só perde para o de drogas e o de armas”.

A declaração é do coordenador de operações especiais de fronteiras da Polícia Federal, Mauro Sposito. Ele participou de audiência pública sobre Tráfico de Órgãos na Amazônia, realizada pelas Comissões da Amazônia, Integração Nacional e de Desenvolvimento Regional e de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado. O evento atendeu as solicitações dos deputados Carlos Souza (PP-AM) pela CAINDR e Raul Jungmann (PPS-PE) pela CSPCCO.

Os deputados solicitantes da audiência, a presidente da CAINDR, deputada Vanessa Grazziotin (PCdo-AM) e a deputada Elcione Barbalho (PMDB-PA), que também contribuiu com informações sobre casos de mortes no Estado do Pará, definiram que será feito um levantamento de todas as Leis que tramitam na Casa sobre essa questão. A partir desse levantamento, eles pretendem contribuir com o Ministério da Saúde no que se refere a melhorias para o Sistema Nacional de Transplantes.

Mauro Sposito explicou que existem vários formas do crime organizado de tráfico de órgãos acontecer: brasileiros vão ao exterior e, por necessidade financeira, vendem seus órgãos lá; órgãos são extraídos no Brasil e enviados para o exterior; estrangeiros vem ao Brasil e vendem seus órgãos aqui; brasileiros extraem seus órgãos no Brasil e os comercializam aqui mesmo. Segundo ele, a Polícia Federal está investigando todas essas práticas.

Porém, com relação a Amazônia, assunto específico da audiência, Sposito disse que assim que foram feitas, as denúncias foram investigadas e continuam sendo. Porém, nada foi comprovado. Ele acredita que as informações veiculadas na mídia podem estar escondendo algo mais grave. “Essa investigação é uma das nossas prioridades na região. Mas até agora não evidência concreta da retirada de órgãos de índios. As investigações mostram que as denúncias decorrem muito provavelmente de lendas e rituais antigos dos índios”, ressaltou.

Tanto a representante do Ministério da Saúde, Camila Carlone Gaspar, como o deputado Neucimar Fraga (PR-ES), que presidiu a CPI do Tráfico de Órgãos Humanos, realizada em 2004 na Câmara, disseram ser muito difícil que ocorra tráfico de órgãos na Amazônia, destinados a transplante, devido a complexidade de equipamentos necessários para o acondicionamento desses órgãos. Mas Neucimar Fraga lembrou que órgãos humanos são usados também por faculdades para estudos.

Camila Gaspar informou que o Sistema de Transplante só está agora chegando na Amazônia. Segundo ela, até o ano passado só existiam Centrais de Transplantes no Amazonas e no Pará. “Este ano é que estamos chegando ao Acre, Roraima e Amapá. Sabemos que o Sistema ainda tem muito a melhorar”, reconheceu.

A técnica esclareceu ainda que a CPI contribuiu para alguns avanços no Sistema de Transplantes. “Integrou-se o Sistema em todas os Estados e não existem mais as listas duplas. Em 2005 modificou-se a legislação com relação às Comissões intra-hospitalares, órgãos responsáveis por coordenar as ações de transplantes. Hoje, para concedermos autorização para um hospital trabalhar com transplante, o mesmo tem que comprovar que possui a Comissão e que ela funciona”, enfatizou.

O deputado Neucimar Fraga falou sobre a dificuldades de investigar esse assunto no Brasil. “Sempre que se tenta investigar denúncias de tráfico de órgãos, jogam a investigação contra a fila de transplante. Na CPI fomos acusados de estar prestando um desserviço a sociedade. É um crime de alta complexidade que envolve médicos e outros profissionais de saúde”, desabafou.

Entre os principais pontos dificultadores para que o tema seja investigado profundamente, Fraga citou o corporativismo médico. Para ele, existe a necessidade que esse assunto seja levado mais a sério pelos Ministérios envolvidos na questão e pela Polícia Federal.

Para o deputado Carlos Souza, seja qual for o motivo que leve pessoas a aparecerem mortas sem seus órgãos, tem que ser investigado. Ele citou o caso da índia de 20 anos que foi encontrada morta com o abdômen costurado de forma grosseira e sem parte de seus órgãos.

Para o deputado Raul Jungmann, é urgente que seja delimitado qual a extensão desse processo. De tudo que foi exposto, ele concluiu que essas denúncias ficam numa zona muito obscura. “Podem ser rituais satânicos, podem ser problemas entre comunidades indígenas ou podem ser tráfico de órgãos. Mas a verdade é que a freqüência das denúncias tanto no Norte como no Nordeste aponta no sentido de que há máfia detráfico sim e isso precisa ser investigado rigorosamente”, ressaltou.

Bety Rita Ramos
Assessoria de Imprensa

http://www2.camara.gov.br/comissoes/caindr/audiencias/trafico-de-orgaos-e-terceiro-crime-mais-lucrativo-segundo-policia-federal

 

Morte encefálica: o teste da apnéia somente é feito se houver a intenção de matar o paciente

http://biodireitomedicina.wordpress.com/2009/01/11/morte-encefalica-o-teste-da-apneia-somente-e-feito-se-houver-a-intencao-de-matar-o-paciente/

Tráfico de Órgãos: Família brasileira procura refúgio em Itália

http://biodireitomedicina.wordpress.com/2009/02/12/trafico-de-orgaos-familia-brasileira-procura-refugio-em-italia/

Tráfico de órgãos pode movimentar 13 bilhões por ano

http://www.direito2.com.br/acam/2003/nov/3/trafico-de-orgaos-pode-movimentar-us-13-bilhoesano

A terceira atividade mais lucrativa do crime organizado negocia vidas

http://pfdc.pgr.mpf.gov.br/clipping/maio/quanto-vale-ou-e-por-quilo/

Tráfico de órgãos humanos volta à pauta da Câmara

“ONU está preocupada com o problema. Brasil é um dos países fornecedores de órgãos humanos para suprir o comércio clandestino, até de primeiro mundo”

http://www.agenciaamazonia.com.br/index.php?option=com_content&task=view&id=1036&Itemid=364

Na tríplice fronteira

http://www.agenciaamazonia.com.br/index.php?option=com_content&task=view&id=1036&Itemid=364

 

Respostas para “Tráfico de órgãos é terceiro crime organizado mais lucrativo no mundo, segundo Polícia Federal”

Disponível em

http://biodireitomedicina.wordpress.com/2009/02/12/trafico-de-orgaos-e-terceiro-crime-mais-lucrativo-segundo-policia-federal/

  1. Mandado de injunção referente à doação de órgãos de feto anencéfalo é negado pelo STJ « Biodireito Medicina – www.biodireito-medicina.com.br diz:

    12/02/2009 às 16:59

[…] Tráfico de órgãos é o terceiro crime organizado mais lucrativo no mundo. Só perde para o de dro… […]

  1. Tráfico de Órgãos: Família brasileira procura refúgio em Itália « Biodireito Medicina – www.biodireito-medicina.com.br diz:

    12/02/2009 às 16:59

[…] Tráfico de órgãos é terceiro crime mais lucrativo, segundo Polícia Federal « Biodireito M… diz: 12/02/2009 às 6:02 PM […]

  1. EUA: Pais acusam hospital de matar seu filho para retirar-lhe os órgãos « Blog – Daniela Alves diz:

    06/03/2009 às 16:59

[…] fora da medicina, mas dentro, e não poderia existir de outra forma para alcançar os patamares de terceira atividade criminosa organizada mais lucrativa do mundo, perdendo apenas para o tráfico de drogas e de armas, conforme acusa a […]

  1. Tráfico de órgãos é terceiro crime organizado mais lucrativo no mundo, segundo Polícia Federal. Veja mais detalhes em Biodireito Medicina sobre este crime internacional e o Brasil. « Objeto Dignidade diz:

    04/02/2012 às 16:59

[…] teste da apnéia, transplantes, tráfico de órgãos, http://www.biodireito-medicina.com.br.     http://biodireitomedicina.wordpress.com/2009/02/12/trafico-de-orgaos-e-terceiro-crime-mais-lucrativo… — Rate this: Gostar disso:GostoSeja o primeiro a gostar disso […]

  1. Tráfico de órgãos é terceiro crime organizado mais lucrativo no mundo, segundo Polícia Federal. Veja mais detalhes em Biodireito Medicina sobre este crime internacional e o Brasil. « Objeto Dignidade diz:

    14/02/2012 às 16:59

[…] teste da apnéia, transplantes, tráfico de órgãos, http://www.biodireito-medicina.com.br.     http://biodireitomedicina.wordpress.com/2009/02/12/trafico-de-orgaos-e-terceiro-crime-mais-lucrativo… — Share this:RedditTwitterTumblrStumbleUponDiggFacebookLinkedInGostar disso:GostoSeja o […]

  1. A cura e prevenção em todas idades. Epidemia global por insuficiencia de vitamina D no sangue e má nutrição. Depressão, doenças autoimunes e neurodegenerativas, câncer, diabetes, artrite reumatóide, Alzheimer, multiple sclerosis, psoriase, hipert diz:

    26/02/2012 às 16:59

[…] disto, a citada Resolução do CFM — uma vez legitimada — “institucionaliza” o próspero mercado do tráfico de órgãos humanos no Brasil, quando obviamente ensejará a negociação do nascimento de anencéfalo para poder retirar-lhe os […]

  1. Aborto, saude publica e industria multimilionaria. As razoes petistas – PT, Dilma e Lula, para o fim do Estado de Direito: O PNDH-3 PREVE A LIBERAÇÃO DE CRIMES. « Objeto Dignidade diz:

    06/03/2012 às 16:59

[…] disto, a citada Resolução do CFM — uma vez legitimada — “institucionaliza” o próspero mercado do tráfico de órgãos humanos no Brasil, quando obviamente ensejará a negociação do nascimento de anencéfalo para poder retirar-lhe os […]

  1. O que está acontecendo. Anencefalia, morte encefálica, o Conselho Federal de Medicina e o STF « Objeto Dignidade diz:

    08/03/2012 às 16:59

[…] disto, a citada Resolução do CFM — uma vez legitimada — “institucionaliza” o próspero mercado do tráfico de órgãos humanos no Brasil, quando obviamente ensejará a negociação do nascimento de anencéfalo para poder retirar-lhe os […]

Tráfico de órgãos é o terceiro crime organizado mais lucrativo no mundo. Só perde para o de drogas e o de armas

Tráfico de órgãos pode movimentar 13 bilhões por ano


ARTIGO: "Morte Encefalica"

http://www.unifesp.br/dneuro/mortencefalica.htm
DEMONSTRACAO cientifica dos efeitos mortais do teste da APNEIA,   imposto pelo CFM para declaracao  da  morte  encefalica que pretende diagnosticar

:http://www.unifesp.br/dneuro/apnea.htm
MANIFESTACOES PUBLICAS da comunidade neurocientifica internacional contrária aos criterios declaratórios da morte encefalica. NAO é VERDADE QUE há CONSENSO internacional na declaracao de morte encefalica, confirme o que dizem os neurocientistas em:
http://www.unifesp.br/dneuro/opinioes.htm 
DEBATE internacional da comunidade neurocientifica sobre os erros declaratorios da morte encefalica na Revista Cientifica BMJ:

http://www.bmj.com/cgi/eletters/320/7244/1266

Semana Mundial de Aleitamento Materno

Semana Mundial de Aleitamento Materno

foto de http://pt.wikipedia.org/wiki

 

1.ago.2012 Hoje às 10h04 – Atualizada hoje às 10h09

Semana Mundial de Aleitamento Materno é marcada por vários eventos

Jornal do Brasil

Publicidade

Criada em 1992 pela Aliança Mundial de Ação pró-Amamentação (WABA), a Semana Mundial de Aleitamento Materno (SMAM) é celebrada anualmente de 1º a 7 de agosto, em mais de 120 países. Em comemoração à data haverá, durante toda a semana, eventos nos bancos de leite da Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano (rBLH) e nos do Programa Iberoamericano de Bancos de Leite Humano (IberBLH), com diversas atividades em favor da política mundial de aleitamento materno.

A cada ano, a WABA define o tema a ser trabalhado na Semana, lançando materiais que são traduzidos em 14 idiomas. Em 2012, com o tema Amamentar hoje é pensar no futuro, a Semana faz alusão aos dez anos da Estratégia Global para a Alimentação de Lactentes e Crianças de Primeira Infância da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). A cerimônia oficial para o lançamento da campanha da Semana será promovida pela OMS nesta quarta-feira (1), no Hospital dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro.

No Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz) ocorrerá, no dia 6 de agosto, uma oficina de sensibilização de aleitamento materno para o Hospital Amigo da Criança, destinada a todos os profissionais do Instituto. As atividades continuarão no dia 9 de agosto, a partir das 11h, com  palestras abertas à comunidade do coordenador da Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano, João Aprígio; do coordenador do Banco de Leite Humano do IFF, Franz Novak; e da coordenadora de pós-graduação em aconselhamento familiar e educacional da faculdade SPEI (Curitiba-PR), Meibel Mello Guedes. O IFF está localizado na Avenida Rui Barbosa, 716, Flamengo.

Sobre o aleitamento materno exclusivo

O leite materno é reconhecido como o melhor alimento para as crianças nos primeiros anos de vida, representando uma estratégia mundial para a redução da morbidade e mortalidade infantil, especialmente a neonatal.  É importante ressaltar que não existe leite fraco e que, até os seis meses de vida, o bebê só precisa do leite materno: não é necessário dar sucos, papinhas e nem mesmo água ou chá.

 Algumas mães produzem um grande volume de leite, que vai além da necessidade do seu bebê. Nesses casos, é possível doar o excedente de leite retirado após as mamadas. Ele vai ajudar na recuperação dos recém-nascidos prematuros e de alto risco.

Confira o passo a passo dessa doação:

 1. Escolhendo e esterilizando os frascos

 Os frascos utilizados devem ser de vidro, com tampa plástica. Para esterilizá-los, remova a etiqueta e papelão e lave-os com água e sabão. Em seguida, coloque o vidro e a tampa em uma panela coberta com água e deixe ferver por 20 minutos. Escorra toda a água da panela. Quando o frasco estiver seco, tampe-o e coloque uma etiqueta na qual você deve escrever o seu nome e data da coleta.

 2. Recomendações para a ordenha

 Para fazer a ordenha (tirar o leite), prenda os cabelos ou use uma touca. Lembre-se sempre de lavar as mãos com água e sabão e de evitar conversas (ou, então, use uma máscara). Não fume.

 Se você preferir usar uma bomba tira-leite, deverá fervê-la por 20 minutos, usando a mesma técnica da esterilização dos frascos.

 3. Como fazer a ordenha

Faça massagens circulares nas mamas com a ponta de dois ou três dedos, começando pela aréola, e movimentos de apertar e soltar. O leite começará a sair. Posicione os dedos no limite da aréola, puxe os dedos contra você e faça os movimentos de apertar e soltar para o leite sair. Para limpar as mamas utilize as primeiras gotas de leite e, depois disso, recolha o leite diretamente no frasco esterilizado.

 4. Como guardar o leite retirado

 Assim que você terminar de retirar o leite, escreva seu nome e data da primeira coleta na etiqueta, leve imediatamente ao freezer ou ao congelador. Evite deixar o vidro que contém o leite encostado em outros alimentos.

 Serviço

As mulheres que desejam doar leite devem ligar para 08000-268877 e informar os dados solicitados para o preenchimento do cadastro. O Banco de Leite entrará em contato na véspera da visita domiciliar. As mulheres que tenham dúvidas ou dificuldades em amamentar também podem entrar em contato pelo mesmo telefone, ou procurar um Banco de Leite em sua região, no site da rBLH, através do link ‘Encontre o BLH mais próximo de você

Tags: criança, leite, mãe, programação, SAÚDE

http://www.jb.com.br/ciencia-e-tecnologia/noticias/2012/08/01/semana-mundial-de-aleitamento-materno-e-marcada-por-varios-eventos/

%d blogueiros gostam disto: